Vereadores travam projeto que aumenta impostos em João Neiva

O projeto seguiu para sanção ou veto do prefeito

0
82
Os vereadores Ademir Costa, Glauber Tonon, Júnior Deambrósio, Marcelo Campostrini, Matheus Morares e Renan Patuzzo. Fotos: Divulgação/CMJN

Foi votado na Câmara de João Neiva o projeto de lei 313/2020, que derruba o aumento considerado por seis vereadores como exorbitante nos valores dos alvarás do comércio, taxistas e do IPTU, praticados pelo prefeito Octávio Abreu Xavier desde o início do ano. Votaram a favor do aumento, com o prefeito, os vereadores Mário Reali, Geraldo Favaro, Kaká e Laerte Liesner. O projeto seguiu para sanção ou veto do prefeito.

De autoria dos vereadores Marcelo Campostrini, Mateus Moraes, Júnior Deambrósio, Glauber Tonon e Renan Patuzo, o projeto visa retomar os valores praticados no exercício de 2019. Também votou a favor o vereador Ademir Costa. Segundo eles, há registro, em alguns casos, em que o aumento chega a 1.350% nas taxas. Na prática, um estabelecimento que pagava R$ 58,00 em 2019, em 2020 irá pagar R$ 750,00.

PUBLICIDADE