TJES elege mesa diretora para o biênio 2020/2021

À unanimidade de votos, foi escolhido o desembargador Ronaldo Gonçalves de Sousa para o cargo de presidente da Corte

0
55
Os desembargadores Ronaldo Gonçalves de Sousa, José Paulo Calmon Nogueira da Gama e Ney Batista Coutinho. Foto: Divulgação/TJES

O Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJES) elegeu, no último dia 03, a mesa diretora para o biênio 2020/2021. À unanimidade de votos, foi escolhido o desembargador Ronaldo Gonçalves de Sousa para o cargo de presidente da Corte. Já para a função de vice-presidente do TJES foi eleito o desembargador José Paulo Calmon Nogueira da Gama. Já os desembargadores Ney Batista Coutinho e Telêmaco Antunes de Abreu Filho serão, respectivamente, o novo corregedor-geral e o novo vice-corregedor-geral da Justiça Estadual.

A eleição para o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-ES) também foi unânime. O novo presidente será o desembargador Samuel Meira Brasil Júnior, que terá o desembargador Carlos Simões Fonseca como vice-presidente/corregedor. Já o Conselho Superior da Magistratura do TJES será formado pela Mesa Diretora (presidente, vice-presidente e corregedor-geral) e terá como membros vogais os desembargadores Willian Silva e Eliana Junqueira Munhós Ferreira, e como suplentes vogais os desembargadores Janete Vargas Simões e Robson Luiz Albanez.

Durante a sessão, o presidente do TJES, desembargador Sérgio Luiz Teixeira Gama anunciou, ainda, que no novo biênio retorna para suas funções na 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça, o desembargador Samuel Meira Brasil Júnior irá compor a 3ª Câmara Cível e o desembargador Carlos Simões Fonseca comporá a 2ª Câmara Cível do TJES, que também presidirá.

A posse da nova mesa diretora está prevista para o dia 12 de dezembro de 2019, em sessão solene e especial do Tribunal Pleno, especialmente convocada para este fim. Os empossados entrarão em pleno exercício das respectivas funções no dia imediatamente subsequente à realização da sessão de posse.

Agradecimentos

“Agradeço profundamente aos meus colegas que muito me prestigiaram durante o tempo em que estive à frente desse sodalício. Agradeço, de uma forma muito especial, aos juízes assessores especiais da presidência”, destacou o desembargador Sérgio Luiz Teixeira Gama, estendendo os cumprimentos de gratidão aos demais servidores do TJES e à imprensa do Estado. O presidente também agradeceu a parceria do Ministério Público Estadual, da OAB e da defensoria pública. E registrou, ainda, agradecimentos ao governador Renato Casagrande e à Assembleia Legislativa, “que não mediu esforços para, na medida do possível, atender aos nossos pleitos, que tiveram uma tramitação célere e rápida”.

O presidente eleito, desembargador Ronaldo Gonçalves de Sousa, agradeceu aos colegas desembargadores pela escolha de seu nome: “Agradeço aos meus eminentes pares que chancelaram o meu nome para tão honrada missão de ser presidente desta Corte. Quero contar com o apoio de todos, em uníssono, por um Tribunal de Justiça claro, cristalino e que mantenha as suas tradições”, destacou.

PUBLICIDADE