Terapia do abraço ajuda no tratamento da depressão

Estudioso da medicina vibracional, que faz a relação entre emoções e doenças, o empresário e palestrante motivacional Evilasio Costa afirma que tem constatado o efeito terapêutico dos abraços em seu trabalho voluntário

0
O empresário, administrador de empresa e palestrante motivacional, Evilasio Costa. Foto: Divulgação

Muito já se falou na importância das emoções para a cura de várias doenças no corpo físico. Algumas correntes da medicina atestam que não é o corpo que adoece, mas a alma. É no campo das emoções que começam as doenças.

Estudioso da medicina vibracional, que faz a relação entre emoções e doenças, o empresário e palestrante motivacional Evilasio Costa afirma que tem constatado o efeito terapêutico dos abraços em seu trabalho voluntário, que tem o objetivo de despertar nas pessoas a consciência de que falar menos e abraçar mais é uma boa receita para uma vida emocional mais saudável.

Como a terapia do abraço ajuda no tratamento da depressão?

Evilasio – Veja bem, o ser humano tem duas necessidades básicas: nós precisamos ser amados e reconhecidos. Sem isso, a alma murcha, igualzinho a uma planta quando fica sem água. Para a medicina vibracional, a depressão é o grito da alma por amor e reconhecimento. Antes de qualquer medicação, é preciso nutrir a alma de amor, que todo mundo sabe, tem alto poder de cura. O abraço envolve a pessoa numa aura de amor, ela se sente acolhida, amada, protegida. A alma então se alimenta e se revigora, isso facilita o tratamento e a cura.

Os casos de depressão estão aumentando. Pode-se dizer que está faltando amor no mundo?

Evilasio – Eu acredito nisso. As pessoas estão sem tempo para as coisas essenciais, que é dar e receber amor. Há pais que se gabam de conhecer o que está acontecendo agora no mundo, mas não sabem absolutamente nada do que está se passando na cabeça de seus filhos. Não conhecem os sonhos dos filhos! Não participam da vida escolar deles! As agendas estão sempre congestionadas, sem tempo para o que realmente importa. Essa distância entre o coração dos pais e o coração dos filhos acaba aumentando muito e aí as duas partes se perdem, o amor agoniza e a vida perde o brilho e o sentido. A permanência dessa situação fatalmente vai agravar a desnutrição emocional até chegar ao diagnóstico clínico da depressão. Eu tenho falado muito isso em minhas palestras: precisamos voltar a ser gente, precisamos dedicar mais tempo a Deus, só uma conversinha rápida antes de dormir não é suficiente. Deus é amor e sem o alimento básico da alma somos crianças doentes e perdidas.

O abraço então é um recurso poderoso para a saúde emocional e muito pouco utilizado. Por que poucos se lembram disso nos momentos difíceis?

Evilasio – Porque a nossa educação não contempla o autoconhecimento, o ensino tradicional só se preocupa com o conhecimento científico. Toda a atenção é dada ao cérebro, o coração fica em segundo plano. Tudo para o racional, nada para a intuição. A criança não aprende a lidar com as suas emoções, ela é formada para o emprego, para ganhar dinheiro, e não para a vida. É incentivada a conhecer a composição das rochas, por exemplo, mas não é minimamente incentivada a se conhecer. Ora, se a criança não tem intimidade com a emoção raiva, quando ela é tomada por alguma ira, vai fatalmente se desesperar e pode até fazer uma bobagem em função da sua ignorância emocional.

Os valores humanos precisam de treino na sua opinião?

Evilasio – Sim, gratidão é treino, lealdade é treino, perdão é treino, amor é treino. A gente não nasce sabendo as virtudes humanas, precisa conhecê-las e praticar bastante. É pela repetição que se chega à excelência em qualquer atividade humana. A nossa educação precisa passar por uma mudança completa, para que o desenvolvimento humano seja uma prioridade. Primeiro eu sou feliz, depois o sucesso acontece naturalmente em minha vida. Essa ordem não pode ser alterada, sob pena da gente continuar com a distorção social que estamos vivendo hoje, onde todos buscam o sucesso a qualquer preço. O que se vê hoje é uma legião de pessoas infelizes, suplicando pelo básico: amor!

Quais os outros benefícios dos abraços para a nossa saúde?

Evilasio – Estudos mostram que os abraços têm o poder de reduzir os batimentos cardíacos e a pressão sanguínea, além de diminuir o risco de doenças cardíacas. Dar e receber um abraço faz o corpo liberar oxitocina, conhecido com o hormônio do amor e da felicidade. Os abraços também ajudam a cultivar a paciência e a demonstrar apreço, além de estimular a liberação de dopamina (o hormônio do prazer) e serotonina (o hormônio do bem estar, amplamente associado ao bom humor). Por conta disso, os abraços reduzem o estresse. Olha só que dado interessante: crianças que foram mais abraçadas na infância, passam pela vida adulta com mais equilíbrio emocional e menos estresse. É como construir uma casa – se o alicerce for bom, bem consistente, a construção não apresenta rachaduras e dura muito tempo. Uma base de afeto sólida é garantia de uma vida feliz.

A Organização Mundial de Saúde está alertando que a depressão será a partir deste ano a doença mais incapacitante no mundo. Está na hora então de intensificar os abraços, não é verdade?

Evilasio – Com certeza! Precisamos nos conscientizar de que é através do exercício diário do amor que vamos nos transformar em seres humanos de fato. Estamos em formação, através da convivência vamos nos aperfeiçoando emocional e espiritualmente. Os abraços contribuem muito para essa convivência harmoniosa que deve existir entre seres da mesma espécie. Eles são poderosos suavizadores de emoções. Quando alguém está triste, passando por um momento difícil, um simples abraço é capaz de alterar o seu estado emocional. Uma onda de conforto toma conta da pessoa e o que parecia intransponível, começa a ser visto de forma mais suave. A explicação científica para isso é que o abraço produz no cérebro a mesma sensação de prazer que experimentamos quando acabamos de fazer um exercício aeróbico ou quando comemos chocolate. Enfim, para ter uma boa saúde emocional, o negócio é falar menos e abraçar mais.

Evilasio Costa é empresário, administrador de empresa e palestrante motivacional.

Palestra de Evilasio Costa. Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui