TCE-ES colhe dados com os municípios e Estado sobre insegurança alimentar

A insegurança alimentar é a incerteza quanto ao acesso a alimentos, a redução quantitativa ou a piora na qualidade de alimentos

0
2
Foto Ilustrativa: Divulgação

Dando início a um levantamento sobre a atuação do poder público no enfrentamento da insegurança alimentar e nutricional, a equipe do Tribunal de Contas do Estado do Espírito Santo (TCE-ES) realizou uma reunião com a secretaria de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social para colher as primeiras informações sobre as políticas desenvolvidas no Estado.

Conduzido pelo auditor Bruno Faé, coordenador do Núcleo de Controle Externo de Avaliação e Monitoramento de Outras Políticas Públicas Sociais (NOPP), e pela auditora Maira Guimarães, o encontro iniciou um diálogo com a secretária da pasta, Cíntia Grillo, e com a gerência de Segurança Alimentar e Nutricional, representada pela gerente Maria da Conceição Castro.

O trabalho começou no último dia 3 de março, com o envio de um questionário para todos as prefeituras, para ser respondido até o próximo dia 30. Os auditores também já realizaram uma agenda com a secretaria municipal de Assistência Social de Vitória, para apresentar o trabalho. Com ele, o TCE-ES busca obter dados sobre a situação da insegurança alimentar em cada município, as ações que estão sendo desenvolvidas, como é a estrutura da área de Assistência Social, os recursos recebidos e aplicados, entre outras.

A insegurança alimentar é a incerteza quanto ao acesso a alimentos, a redução quantitativa ou a piora na qualidade de alimentos. Desde 2016, a piora no cenário econômico agravou o problema da fome no Brasil. Pesquisa realizada pelo IBGE mostrou que, em 2018, 36,7% das famílias brasileiras viviam em situação de insegurança alimentar. No caso do Espírito Santo, esse percentual é de 30,7%.

PUBLICIDADE