Suzano inicia projeto de capacitação profissional para jovens em Aracruz

O curso oferecido pelo Formare em Aracruz é de Operador de Processo de Produção

0
36
Foto: Divulgação/Suzano

A Suzano iniciou este mês a primeira turma do Formare em sua unidade de Aracruz. A iniciativa, cujo propósito é oferecer educação profissional para jovens em situação de vulnerabilidade social capacitando-os para o mercado de trabalho, já é desenvolvida pelo Programa Voluntariar da empresa, em parceria com a Fundação Iochpe, nas unidades de São Paulo, Maranhão e Bahia. Agora, o Formare expande a abrangência e chega ao Espírito Santo.

O curso oferecido pelo Formare em Aracruz é de Operador de Processo de Produção. A grade curricular alia teoria e prática em uma carga horária média de 1.200 horas e os alunos também recebem diversos benefícios, como uniforme, material escolar e seguro de vida. A formação terá duração de dez meses, com a finalidade de proporcionar maior oportunidade de aprendizado e preparação para o mercado de trabalho.

Além das disciplinas técnicas e operacionais, há aulas de Relacionamento, Cidadania e Comunicação, contribuindo para um desenvolvimento completo. Os jovens também têm a oportunidade de vivenciar nos ambientes da empresa aspectos importantes de relacionamento e postura profissional, atuando com diversas áreas e pessoas, com a finalidade de fortalecer atitudes comportamentais para formação de um cidadão e profissional de sucesso.

O processo seletivo teve 247 inscritos e, destes, 20 candidatos foram selecionados para fazer parte da primeira turma do projeto em Aracruz. Os conteúdos são ministrados com o apoio de voluntários da empresa, que recebem capacitação da Fundação Iochpe e compartilham seu conhecimento e experiência, utilizando a educação como principal instrumento de transformação. Mais de 1850 voluntários de diferentes unidades da Suzano já participaram do projeto desde a sua criação.

A relação com os colaboradores da Suzano é essencial para o aprendizado e crescimento profissional dos participantes. “Os voluntários, que dedicam seu tempo e talento e transformam a vida dos jovens não só ajudando no desenvolvimento, mas buscando uma transformação social, reforçando o propósito da empresa de promover uma mudança positiva na sociedade”, destaca Elisabete Flores Pagliusi, coordenadora de Voluntariado e Projetos de Formação da Suzano.

“A Suzano desenvolve várias iniciativas na área de educação e capacitação profissional e o Formare é uma delas. A chegada do programa à nossa unidade é uma oportunidade tanto para os jovens selecionados para o curso, quanto para os voluntários que podem compartilhar conhecimentos e contribuir com a sociedade através da formação de futuros profissionais”, salienta Fabrício José da Silva, gerente executivo industrial da Suzano em Aracruz.

Karoliny Correia Ravani é uma das participantes do Formare em Aracruz e fala da expectativa: “Tenho certeza de que irei aprender muito e que o Formare me dará muita bagagem para a vida, conhecimento tanto na área profissional quanto pessoal”. David Deambrosio Recla é outro que está animado com o aprendizado: “Acredito que esse curso trará muitas conquistas para nosso futuro profissional, nos capacitando e abrindo oportunidades para nossa vida adulta”. A aluna Beatriz Lopes Barbosa afirma que “aprender com professores que exercem há anos a função é realmente incrível, uma oportunidade única”.

Desde a criação do projeto, em 2005, a Suzano já formou cerca de 700 jovens em 37 turmas em todo o Brasil. Atualmente, o projeto está com cinco turmas em andamento, nas unidades de Mucuri (BA), Suzano (SP) e Três Lagoas (MS) e iniciou, neste mês, em Aracruz e Três Lagoas. Com isso, a Suzano se torna uma das empresas com o maior número de escolas Formare no Brasil.

PUBLICIDADE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui