SA Ambiental oportuniza promoção de garis

Responsável pelo serviço público de limpeza urbana de Aracruz, a empresa adotou a “valorização da prata da casa” como política

0
242
Valdo da Silva Júnior, Daiana Soares Silva e João Carlos da Silva ingressaram na empresa SA Ambiental para executar o serviço de varrição e, por mérito – somado às experiências e/ou as qualificações que eles tinham ou buscaram obter –, ganharam novas oportunidades profissionais, tornando-se exemplo para os demais colaboradores. Foto: Jasleon Humberto

Na empresa SA Ambiental, responsável pelo serviço público de limpeza urbana de Aracruz, os garis têm oportunidades para chegar a outros cargos, pois são reconhecidos pelo bom desempenho de suas funções. Prova disso são João Carlos da Silva (57), promovido a encarregado de equipe; e Daiana Soares Silva (34) e Valdo da Silva Júnior (31), que tiveram a oportunidade de atuar provisoriamente como encarregada e Técnico em Segurança do Trabalho, respectivamente. Os três ingressaram na SA para executar o serviço de varrição e por mérito – somado às experiências e/ou as qualificações que eles tinham ou buscaram obter – ganharam novas oportunidades profissionais, tornando-se exemplo para os demais colaboradores.

Motorista profissional, João Carlos abraçou com orgulho a oportunidade de atuar como gari para se recolocar no mercado de trabalho. E desempenhou tão bem a função que em menos de sete meses foi promovido a encarregado de uma das equipes responsáveis pela limpeza e manutenção de logradouros públicos. Ele ressalta a importância do trabalho dos garis e fala da valorização da SA Ambiental aos colaboradores. “Nos olhos de muitos, a profissão de gari não é importante, contudo ela tem um valor incomensurável. Foi um desafio para mim, mas sempre com alegria e motivação renovada, fiz o meu melhor em todos os momentos. A direção da SA Ambiental reconheceu isso e mais do que me oportunizar voltar a dirigir profissionalmente, me confiou um cargo de liderança. Fico imensamente feliz com a oportunidade de trabalhar em uma empresa que não mede esforços para deixar os colaboradores motivados. Seguirei determinado e sempre disposto a aprender e compartilhar conhecimentos”.

Convicta de que a Carteira de Habilitação na categoria D somada a cursos para conduzir veículos de transporte coletivo poderiam lhe ser diferenciais, Daiana Soares Silva não mediu esforços para alcançar o objetivo. O mesmo empenho, evidenciado há quase três anos no serviço de varrição, proporcionou a ela uma oportunidade ímpar: substituir os encarregados das equipes de serviços de limpeza urbana no período de férias dos mesmos. “A SA Ambiental se preocupa com a valorização do colaborador e isso me motivou a buscar o crescimento profissional dentro da empresa. Tracei uma meta, investi em qualificação e hoje colho os frutos dessa decisão. Sou muito grata a cada oportunidade que tive dentro da SA e estarei sempre me empenhando para ser cada vez mais merecedora disso. E essa mais recente oportunidade significa muito pra mim, pois dificilmente a alcançaria em outro lugar”, frisou Daiana.

Quem também ganhou uma nova oportunidade dentro da SA Ambiental foi Valdo da Silva Júnior, popular entre os colegas de trabalho pelo último nome. Após 10 meses atuando no serviço de varrição, ele pôde atuar em sua área de formação. “É a realização de um sonho trabalhar como Técnico de Segurança do Trabalho de uma grande empresa como a SA Ambiental. Embora qualificado, nunca tive a oportunidade de atuar nessa profissão. Sou imensamente grato pela oportunidade e o reconhecimento. Continuarei entregando o meu máximo à empresa, sempre confiante na consolidação dos meus desejos profissionais”.

Valorização da prata da casa

Gerente operacional da SA Ambiental, Renato Antunes explica que a empresa adotou a “valorização da prata da casa” como política. “Ela é importante para que os nossos colaboradores percebam e entendam a importância deles mesmos investirem no autodesenvolvimento. Um profissional reconhecido inspira os demais a buscarem a evolução”, destaca.

Sempre que abre uma vaga de trabalho, a SA Ambiental tem como prioridade ocupá-la com um profissional do seu quadro de colaboradores. E isso, de acordo com Renato Antunes, tem gerado uma grande corrida dos mesmos em busca de capacitação e qualificação. “Mais do que a empresa, quem ganha é a população para a qual prestamos nossos serviços, uma vez que eles são realizados por profissionais empenhados e motivados”, conclui o gerente operacional.

PUBLICIDADE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui