Registros de violência contra a mulher caem, mas ainda preocupam em Aracruz

Titular da DEAM de Aracruz, a delegada Amanda Barbosa ressalta que a violência doméstica e familiar contra a mulher é extremamente complexa. Além disso, ela é um fenômeno multicausal. Então, não há uma única solução pronta e acabada

0
18
Foto Ilustrativa: Divulgação

Entre janeiro e dezembro do ano passado, a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM), em Aracruz, registrou 437 boletins de ocorrências (BOs). No mesmo período, a unidade formalizou o requerimento de 247 Medidas Protetivas de Urgência (MPUs). Apesar de menores em relação a 2019, quando foram registrados 630 BOs e requeridas 315 MPUs, os números de 2020 mostram que a violência contra as mulheres ainda é uma preocupação no município.

De acordo com a delegada Amanda Barbosa, titular da DEAM de Aracruz, as violências mais frequentes entre mulheres adultas são a psicológica (por meio do crime de ameaça) e a física (por meio do crime de lesão corporal qualificado pela violência doméstica e familiar). Já entre mulheres menores, a violência mais frequente é a sexual (por meio do crime de estupro de vulnerável).

Dra. Amanda ressalta que a violência doméstica e familiar contra a mulher é extremamente complexa. Além disso, ela é um fenômeno multicausal. Então, não há uma única solução pronta e acabada. “Eu sempre incentivo o diálogo nas relações, pois ele ajuda a mediar conflitos. Também incentivo as mulheres a denunciarem, assim como eu incentivo a se fortalecerem emocionalmente, pois em alguns casos é preciso reconhecer que aquele relacionamento acabou, e o melhor a se fazer é seguir em frente”, disse a delegada.

Em Aracruz, caso a mulher que tenha sofrido algum tipo de violência almeje o deferimento de MPUs, ela deve comparecer presencialmente à 13ª Delegacia Regional, que funciona 24h. Nos casos em que sejam necessários exames periciais (agressões físicas e estupro) também é necessário o comparecimento presencial. Nos demais casos, a mulher tem a facilidade de registrar a ocorrência eletronicamente no site delegaciaonline.sesp.es.gov.br

PUBLICIDADE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui