Projeto une ganho de produtividade com educação ambiental ao produtor rural em Aracruz

O objetivo é captar a água das enxurradas e permitir sua rápida infiltração, entre uma chuva e outra, para reabastecer o lençol freático, preservar o solo e aumentar a sustentabilidade hídrica

0
10
Exemplo do sistema de minibacias destinado a conter as águas das chuvas por represamento. Foto: Divulgação

Solução da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), o projeto Barraginhas, um sistema de minibacias destinado a conter as águas das chuvas por represamento, começou a ser implantado nas propriedades rurais de Aracruz pela secretaria municipal de Meio Ambiente e o SAAE. O objetivo é captar a água das enxurradas e permitir sua rápida infiltração, entre uma chuva e outra, para reabastecer o lençol freático, preservar o solo e aumentar a sustentabilidade hídrica.

O projeto une ganho de produtividade com educação ambiental ao produtor rural, pois há o combate à desertificação e também ajuda a melhorar a qualidade do solo. Secretário municipal de Meio Ambiente, Aladim Cerqueira destacou que “as Barraginhas irão contribuir com a vida do homem do campo que tem dificuldade no acesso a captação de água, além de aumentar a produtividade e a relação sustentável entre o produtor rural e os recursos hídricos”.

Diretor do SAAE, Amadeu Zonzini Wetler ressaltou que a autarquia participa do projeto como uma forma de compensação ambiental, devolvendo ao meio ambiente o impulso que ele precisa para ser preservado nas próximas gerações. “É importante que os produtores rurais façam adesão ao projeto para que as ações de preservação tenham efeito rápido e imediato na natureza”, disse.

PUBLICIDADE