Projeto Saber Viver mantém atendimento durante pandemia

O Projeto Saber Viver é executado pela Associação Amigos da Justiça, em parceria com a secretaria municipal de Desenvolvimento Social e Trabalho

0
11
Professor grava aula para enviar via WhatsApp. Foto: Divulgação/PMA

Neste período de pandemia, o Projeto Saber Viver reorganizou as ações para a execução do serviço socioassistencial prestado às crianças e adolescentes de Barra do Riacho e Vila do Riacho, em Aracruz. As atividades, sob a modalidade de instrução de vídeo diário, estão sendo enviadas por WhatsApp desde março, garantindo a prestação do serviço social aos grupos mais vulneráveis.

O Projeto Saber Viver é executado pela Associação Amigos da Justiça, em parceria com a secretaria municipal de Desenvolvimento Social e Trabalho. As famílias recebem acompanhamento individual conduzido por técnicos do projeto que, juntos, buscam alternativas para que os círculos familiares estejam amparados em suas necessidades.

Além da assistência às famílias por intermédio de rede social e de ligações telefônicas, também é realizado o atendimento semanal presencial, feito por agendamento para aqueles que não visualizam os arquivos enviados. Este trabalho presencial inclui as ações do Programa Mesa Brasil SESC, pelo qual 55 famílias recebem alimentos (frutas e verduras).

A sede da Associação Amigos da Justiça fica em Ibiraçu. O Projeto Saber Viver está situado no espaço social da empresa Evonik, cedido para o projeto. Em Vila do Riacho, a equipe trabalha em um local designado pelo apoio administrativo municipal. O futebol de salão é jogado na quadra pública e as aulas de violão, no CRAS.

PUBLICIDADE