Progressista tem o quarto maior número de filiados no Brasil

As origens do Progressistas estão ligadas ao processo de redemocratização do Brasil e a eleição de Tancredo Neves e José Sarney, presidente e vice-presidente da República, pelo Colégio Eleitoral em janeiro de 1985

0
30
O secretário de Estado de Saneamento, Habitação e Desenvolvimento Urbano, Marcus Vicente. Foto: Vinícius Lodi/Movimento Online

Presidido no Espírito Santo pelo ex-deputado federal e atual secretário de Estado de Saneamento, Habitação e Desenvolvimento Urbano, Marcus Vicente, o Progressista, antigo PP, tem 27.569 filiados no Estado até março último, e 1.273.501 no Brasil, sendo o quarto maior em número de filiados no país.

O Partido Progressista tem história. Suas raízes mais distantes estão no PSD e nas bases construídas pela Arena e pelo PDS em todo o Brasil. Em cada Estado, em cada cidade existe um núcleo social e político que, sob diversas legendas, representa o vasto contingente de eleitores de centro e conservadores que compõe a maioria da opinião pública brasileira. No caso do Progressista, suas bases sociais continuam vivas e ativas, prontas para crescer sob o comando de novos líderes.

Hoje, de acordo com dados do TSE, 11,5 milhões de brasileiros são filiados a partidos políticos, o que corresponde a menos de 10% do total de eleitores habilitados. Esse número, apesar de mostrar o baixo engajamento político dos brasileiros, também delimita com muita clareza a capacidade de atração exercida pelos partidos e a qualidade dos trabalhos realizados por suas bases.

PUBLICIDADE