Prefeitura de Pedro Canário prossegue com projeto de desapropriação da Casa do Fundador

O projeto foi aprovado por unanimidade

0
14
Casa do fundador de Pedro Canário

Por Daniel Viana
A Prefeitura de Pedro Canário apresentou ao Poder Legislativo o projeto de lei nº 047/2021, que solicita a abertura de crédito adicional para fins de desapropriação da residência do fundador da cidade, senhor Pedro Canário Ribeiro. O projeto foi apreciado e aprovado por unanimidade.

A desapropriação é um desejo antigo de historiadores, ativistas culturais e grande parte da população, tendo em vista que a residência foi construída no início dos anos 60 e atualmente se encontra em estado de abandono.

O maior desejo da população de Pedro Canário é a criação da Casa da Cultura dentro da casa do fundador da cidade. Esta residência é um marco histórico do nosso município e a preservação desse patrimônio histórico é fundamental. A secretaria de Cultura e Turismo e o Conselho Municipal de Cultura têm trabalhado incansavelmente para que esse objetivo se concretize” – disse o prefeito Bruno Araújo.

O historiador Nilson Coslop, que trabalhou com a elaboração do projeto de arrecadação de objetos que contam a história de Pedro Canário, diz estar esperançoso e feliz com a desapropriação. “A nossa cultura necessita desse espaço para garantir a integridade do prédio e manter a sua história intacta e também para desenvolver o trabalho de exposição de produtos históricos que temos da nossa cidade. Estamos felizes e ansiosos por essa desapropriação”.

História do fundador
Oriundo da cidade de Euclides da Cunha (BA), o senhor Pedro Canário Ribeiro nasceu em 1901. Anos depois, se mudou para o então povoado de Morro Dantas (atualmente Pedro Canário), fundando a primeira pensão da cidade. Bem humorado e com bom coração, o senhor Pedro Canário Ribeiro foi o homem mais conhecido da cidade, que recebe a rodovia BR-101 e faz ligação do Sudeste ao Norte do País. O comerciante era tão conhecido que na emancipação politico-administrativa foi unânime a indicação do seu nome para batizar a pequena cidade do Norte do Espírito Santo. Pedro Canário Ribeiro faleceu em 26 de fevereiro de 1980 e o seu jazigo se encontra no Cemitério Municipal da cidade.

PUBLICIDADE