Prefeitura de João Neiva e parceiros oferecem curso gratuito de arte em cerâmica

O curso possui como objetivo, além da geração de renda, a criação de um polo de cerâmica na região, tendo a Escola Oficina de Cerâmica Kanzeon, criada pelo Mosteiro, como centro de formação

0
14
Foto: Divulgação/PMJN

A Prefeitura de João Neiva, em parceria com o Mosteiro Zen de Ibiraçu, Associação Amigos da Justiça e Associação Mãos e Artes Capixabas, iniciou a oferta de aulas gratuitas de arte em cerâmica. O curso possui como objetivo, além da geração de renda, a criação de um polo de cerâmica na região, tendo a Escola Oficina de Cerâmica Kanzeon, criada pelo Mosteiro, como centro de formação, e outros pequenos polos de produção nas cidades vizinhas.

As aulas ocorrem às terças e quintas-feiras, de 8h às 15h, com 12 meses de duração, sendo que essa primeira turma será finalizada em julho. “Os participantes são pessoas inscritas no CadÚnico e com habilidade para trabalhos manuais e que tenham interesse nesse tipo de atividade”, salienta a secretária municipal de Trabalho, Assistência e Desenvolvimento Social, Eni Martins de Araújo Del Pupo.

Ela acrescenta que depois de formados, a intenção é incentivar os cursistas como multiplicadores, para que possam ministrar as oficinas para outras pessoas da cidade, inserindo João Neiva na “Rota da Cerâmica”. Após sua criação, a Rota irá estimular e propagar o turismo de arte em cerâmica, divulgando o produto oriundo dos municípios que a integram.

A coordenadora de Projetos da Associação Amigos da Justiça, Cleonice Gomes, explica que além da parceria com a prefeitura, a escola também recebe alunos de Ibiraçu, Aracruz e Fundão. Segundo o professor da oficina, Márcio de Noura Nogueira, o curso em cerâmica agrega autonomia e conhecimento específico e multidisciplinar.

A aluna Franciely Silva Mattos conta que entrou no curso totalmente por acaso e que foi uma oportunidade única. “Me joguei de cabeça e me identifiquei completamente. Eu tenho certeza que vou levar comigo essa oportunidade para o resto da minha vida. Estou tendo a oportunidade de aprender com pessoas incríveis e de me aprimorar em cada técnica de cerâmica”.

A cursista Elisângela Rui Peruchi Nunes, artesã, diz que a oficina de cerâmica está agregando muito conhecimento, principalmente no manuseio do barro com várias técnicas novas. “É um privilégio estar nesse curso e nessa escola de grande porte. Essa arte é linda e é muito gostoso trabalhar com essa matéria prima que vem da terra”, destaca.

PUBLICIDADE