Paciente da primeira cirurgia de joelho em Aracruz completa três meses de vida nova

A Artroplastia Total de Joelho, realizada de modo gratuito em fevereiro, foi possível por meio de parceria entre a Prefeitura de Aracruz e o Hospital Maternidade São Camilo

0
128
Luzia Geralda Sperandio Borges. Foto: Divulgação/PMA

Reportagem: Alessandra Mesquita

Mais de três meses depois da primeira cirurgia de prótese total de joelho em Aracruz, a paciente do SUS, Luzia Geralda Sperandio Borges, se sente uma nova pessoa sem ter que conviver todos os dias com a dor. A Artroplastia Total de Joelho, realizada de modo gratuito em fevereiro, foi possível por meio de parceria entre a Prefeitura de Aracruz e o Hospital Maternidade São Camilo.

Antes, este tipo de cirurgia era feito fora do município e o paciente precisava aguardar na fila de espera junto aos pacientes de todo o Estado. Moradora da sede de Aracruz, Luzia Geralda Sperandio Borges, 63, sofria há mais de dois anos com a dor e a impossibilidade de realizar tarefas diárias como arrumar a casa. “Eu tomava analgésico todos os dias, não tinha uma posição que amenizasse a dor. Estava sofrendo muito”, conta.

Luzia Geralda faz o tratamento de fisioterapia no Creara. Foto: Divulgação/PMA

A situação começou a mudar quando a dona de casa foi consultada durante um dos mutirões da Força Tarefa promovida pela secretaria municipal de Saúde. “Na força tarefa no bairro Coqueiral fui consultada por um ortopedista que disse que meu caso era cirúrgico. Lá mesmo fiz os exames pré-operatórios (eletrocardiograma e sangue) e me disseram que ligariam para marcar o procedimento. Graças a Deus eu consegui realizar tudo pelo SUS porque eu não teria condições de fazer uma cirurgia particular”, desabafou.

A ligação telefônica veio no início do ano. “No dia seguinte ao telefonema fiz a cirurgia e dois dias depois estava em casa e, em nenhum momento do meu pós-operatório senti dor. A equipe é maravilhosa, me tratou com muita atenção e carinho. O cirurgião me falou que retirou meu joelho velho e me deu um novo”, comemora Luzia.

A equipe realizou uma incisão cirúrgica na frente do joelho, substituindo a articulação doente e desgastada por uma prótese metálica, aliviando a dor e devolvendo os movimentos para a paciente. Luzia Geralda faz o tratamento de fisioterapia no Centro de Reabilitação de Aracruz (Creara). “Os profissionais do Creara também são excelentes! Gosto muito de ir para a fisioterapia e me sinto muito bem cuidada”, conta a paciente. Luzia se considera uma nova mulher. “Não sinto mais dor, não preciso mais de remédios e hoje posso fazer coisas que antes estava impossibilitada de realizar. Minha vida mudou para muito melhor”, relata.

A equipe médica que efetuou a cirurgia no Hospital São Camilo. Foto: Divulgação/PMA

Segundo o coordenador da equipe de Ortopedia, Leandro Figueiredo, a paciente precisava de uma prótese de joelho por causa do desgaste da articulação e da artrose, o que causava muita dor e a impedia de realizar atividades. “Só este tipo de procedimento pode substituir a articulação do joelho e melhorar a qualidade de vida de quem sofre com o problema. O procedimento exige uma equipe especializada, materiais de primeira linha e hospital com estrutura”, explica o especialista.

Figueiredo ressaltou que mais dez pacientes estão aguardando por esse procedimento, que deverá ser retomado após a pandemia da covid-19. A Artroplastia Total de Joelho contou com o trabalho dos cirurgiões especialistas em cirurgia de joelho, Elton Luiz Batista e Rogério Santório, ambos membros da equipe de Ortopedia coordenada pelo médico Leandro Figueiredo, do anestesista Fabrício Rocha Gomes, de instrumentadores cirúrgicos e da equipe de enfermagem e acompanhamento da paciente.

PUBLICIDADE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui