Os números da dengue, chikungunya e zika em Aracruz

Entre casos confirmados e notificados das três doenças, o município já soma 226 registros em 2021

0
10
A melhor forma de evitar a transmissão da dengue é combater a proliferação do Aedes aegypti. Para isso, o importante é eliminar possíveis locais de armazenamento de água. Foto: Humberto De Marchi/Secom PMA

Além da covid-19, as autoridades de saúde de Aracruz também se preocupam em combater as doenças causadas pelo o mosquito Aedes aegypti: dengue, chikungunya e zika. Neste ano, o município já registrou oito casos confirmados e 197 notificados de dengue, oito casos notificados de chikungunya e outros 13 de zika.

Em 2020, Aracruz, de acordo com a secretaria municipal de Saúde, registrou 52 casos confirmados e 1.364 notificados de dengue, dois casos confirmados e 212 notificados de chikungunya e 95 casos notificados de zika.

Para depositar seus ovos e se reproduzir, a fêmea do Aedes aegypti precisa de água parada. Por isso, é importante evitar acúmulo do líquido em recipientes como vasos de plantas, garrafas e pneus, e manter as caixas d’água fechadas.

A secretaria municipal de Saúde lembra que o ciclo evolutivo do mosquito dura, em média, de cinco a sete dias, sendo importante o morador eleger um dia fixo da semana para eliminar possíveis criadouros dentro de casa e no quintal.

Prevenção para sua casa

NUNCA É DEMAIS LEMBRAR: a melhor forma de evitar a transmissão da dengue é combater a proliferação do Aedes aegypti. Para isso, o importante é eliminar possíveis locais de armazenamento de água:
Mantenha a caixa d’água fechada;
Mantenha barris e tonéis d’água tampados;
Lave semanalmente os tanques utilizados para armazenar água com escova e sabão;
Encha até a borda os pratos das plantas com areia;
Coloque no lixo todo objeto não utilizado que possa acumular água;
Coloque o lixo em sacos plásticos e mantenha a lixeira bem fechada;
Mantenha as calhas limpas;
Não deixe água acumulada sobre a laje.

PUBLICIDADE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui