O garçom que se elegeu vereador em Aracruz sem deixar de exercer a profissão

Em função do Dia do Garçom, comemorado no próximo dia 11, a reportagem da FOLHA DO LITORAL conversou com Alcihélio Lima de Negreiros, o Cecéu, que quer seguir conciliando as exigências e trâmites burocráticos do seu primeiro mandato com a “arte de bem servir”

0
101
Alcihélio Lima de Negreiros, o Cecéu, é garçom desde 1998. Foto: Acervo Pesosal

Que o ex-líder comunitário Alcihélio Lima de Negreiros, o Cecéu, pelo seu histórico de luta contínua em favor do bairro Morobá, em Aracruz, poderia vir a ocupar uma cadeira na Câmara de Vereadores da cidade ninguém duvidava. O que pouca gente imaginava era que depois de eleito ele continuasse trabalhando como garçom na churrascaria e pizzaria do Sítio Santa Joana. Em função do Dia do Garçom, comemorado no próximo dia 11, a reportagem da FOLHA DO LITORAL conversou o vereador, o segundo mais votado nas eleições municipais do ano passado, que quer seguir conciliando as exigências e trâmites burocráticos do seu primeiro mandato com a “arte de bem servir”.

Cecéu está no 1° mandato como vereador. Foto: Acervo Pessoal

Cecéu é garçom desde 1998. Para se aperfeiçoar na função, fez um curso pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) em meados dos anos 2000, tendo ficado como garçom fixo da Pizzaria Castelo até 2008. Depois, mesmo trabalhando na área industrial e posteriormente no serviço público em cargos comissionados, o hoje vereador seguiu obtendo renda extra como garçom. “É uma profissão honrosa e digna. O que mais gosto nela é o contato com os clientes. Ter esse contato face a face não tem preço. Você acaba construindo amizades e também devo a isso o fato de hoje estar vereador. Levo dessa experiência para a Câmara Municipal a missão de bem servir, superando expectativas”, conta Cecéu.

No Sítio Santa Joana, Ceceú trabalha como garçom há pouco mais de quatro anos. Chegou para ajudar no jantar que a casa promoveu no Dia dos Namorados de 2017. Seu trabalho foi notado e por várias outras vezes foi chamado até que se efetivou, tendo mais tarde assumido a função de chefe da equipe de garçons do estabelecimento. “Com apoio dos gestores do Sítio Santa Joana, tenho conseguido conciliar os trabalhos de forma satisfatória, sem me sobrecarregar. Sempre fui garçom e não havia porque não continuar sendo, uma vez que isso não comprometeria em nada o exercício do mandato que me foi confiado”, salientou o vereador.

Equipe de garçons e garçonetes liderada por Cecéu e Lorenzo Cavalheri na churrascaria do Sítio Santa Joana. Foto: Divulgação/SSJ

Lorenzo Cavalheri, administrador da churrascaria e pizzaria do Sítio Santa Joana, define Cecéu como exemplo de honestidade, humildade e comprometimento. “Pode ter sido surpresa para outras pessoas ele continuar sendo garçom depois de eleito, mas para quem sabe da sua paixão por servir as pessoas, não. Costumo dizer que nós que o emprestamos Cecéu para realizar o sonho de estar vereador. Por quanto tempo quem vai decidir é ele e o eleitorado da nossa querida Aracruz, pois ainda tem um longo caminho de parceria a percorrer aqui no Santa Joana. Fica nossa gratidão por ter um colaborador especial como Cecéu, principalmente em um período tão difícil como essa pandemia que estamos vencendo”, ressaltou.

PUBLICIDADE