O adeus de Aracruz ao pastor Geraldo Pinto de Oliveira

Pastor-presidente da 1ª Igreja Evangélica Assembleia de Deus, em Aracruz, desde outubro de 2003, Geraldo Pinto de Oliveira foi um dos membros fundadores da Associação Vidas

0
910
Pastor Geraldo Pinto de Oliveira. Foto: Divulgação/1ª Igreja Evangélica Assembleia de Deus

Faleceu ontem (5) à noite, aos 63 anos, o pastor-presidente da 1ª Igreja Evangélica Assembleia de Deus, em Aracruz, Geraldo Pinto de Oliveira. “Aracruz perde um dos seus mais ilustres filhos, mas o Céu recebe um amado do Senhor”, destacou nota de pesar assinada pelo pastor Valdo Ribeiro dos Santos, 1° vice-presidente da igreja. Ainda de acordo com o religioso, pastor Geraldo deixa um grande legado de humilde, lealdade, amor ao próximo e fidelidade a Deus.

Sem velório devido à pandemia do novo coronavírus, membros e congregados da 1ª Igreja Evangélica Assembleia de Deus promoveram um grande cortejo (veja aqui) na manhã desta segunda-feira (6), como forma de prestar uma última homenagem ao pastor. Ao longo do trajeto entre a rodovia Luiz Theodoro Musso e o cemitério São João Batista – passando pelas ruas Professor Lobo, Osório da Rocha Silva, Alegria e Padre Luiz Parenzi – diversas foram as manifestações de carinho e respeito ao líder religioso.

Pastor-presidente da 1ª Igreja Evangélica Assembleia de Deus, em Aracruz, desde outubro de 2003, Geraldo Pinto de Oliveira, natural de Itabira (MG), foi um dos membros fundadores da Associação Vidas, entidade que têm promovido uma série de transformações no Hospital e Maternidade São Camilo. Em 2009, o pastor recebeu o título de Cidadão Aracruzense, honraria conferida pela Câmara Municipal. Já 2016, pelos relevantes serviços prestados a Aracruz, o líder religioso recebeu do então prefeito Marcelo Coelho a Comenda Monsenhor Guilherme Schmitz, honraria máxima concedida pelo município.

PUBLICIDADE