Nova invasão em Centro Empresarial de Aracruz

Com receio de que surja no local uma nova Portelinha, a diretoria da Associação dos Empresários acionou o Ministério Público e a secretaria municipal de Meio Ambiente, sem solução até o momento

0
3889
Mata queimada e invasão em área de preservação permanente no meio do Centro Empresarial do bairro Bela Vista, em Aracruz. Já são cerca de 20 casas construídas na área desmatada. Os empresários temem o surgimento de uma nova Portelinha no local. Foto: Divulgação

A reportagem da FOLHA DO LITORAL constatou na manhã de quarta-feira 01 uma queimada e uma invasão em área de preservação permanente no meio do Centro Empresarial Guilherme Devens, no bairro Bela Vista, em Aracruz. Já são cerca de 20 casas construídas na área de mata natural que foi desmatada após ser alvo de queimadas criminosas.

Com receio de que surja no local uma nova Favela da Portelinha – área invadida na divisa com o Centro Empresarial e que se tornou, ao longo dos anos, devido à inércia da gestão municipal, um novo bairro clandestino e com sérios problemas sociais –, a diretoria da Associação dos Empresários acionou o Ministério Público e a secretaria municipal de Meio Ambiente, sem solução até o momento.

A floresta está sendo depredada a cada dia. Do outro lado do Centro Empresarial, na divisa com o bairro Cohab IV, ocorreu há dias uma queimada criminosa que destruiu árvores nativas. O medo dos empresários é que a cada dia chegam mais famílias ao local, que corre o risco de se transformar em uma nova Portelinha, se a invasão não for contida e não ocorrer a imediata demolição das casas e retirada dos invasores, que estão desrespeitando a notificação feita pela prefeitura e insistem nas construções de mais casas.

A Prefeitura de Aracruz, por meio das secretarias de Meio Ambiente e Obras e Infraestrutura, setor de posturas e Comissão de Invasão de Áreas Públicas, com apoio da Polícia Militar (5º BPM), informa que já compareceu ao local há duas semanas após receber as denúncias do referido desmatamento e invasão da área natural. Diante da confirmação de que casas estavam sendo construídas no local, todas as famílias que por lá se encontravam foram notificadas de que todas as construções são irregulares e passíveis de serem demolidas. A prefeitura informa também que continua fazendo o monitoramento diário no local com o objetivo de coibir novas ocupações.

Uma nova Portelinha está surgindo em Aracruz, agora dentro do Centro Empresarial do Bela Vista, com o desmatamento de áreas de preservação permanente, queimadas e construções ilegais de casas. Estas fotos são da manhã de quarta-feira 30
PUBLICIDADE