Morrem as duas crianças no acidente em Aracruz e número de vítimas sobe para quatro

As quatro vítimas – pais e as duas filhas – eram indígenas da aldeia de Caieiras Velha.

0
586
O sepultamento das vítimas será amanhã 04, às 7h30, no cemitério de Santa Cruz. As meninas eram filhas do casal que morreu no local do acidente – Belanisio e Josélia. A família era indígena da aldeia de Caieiras Velha

As duas crianças do sexo feminino que foram socorridas no acidente entre uma van e um carro de passeio, na tarde de sábado 02, na rodovia ES-257, que liga Aracruz a Barra do Riacho, não resistiram aos ferimentos e morreram no Hospital São Camilo. O número de vítimas aumentou para quatro, com a morte de um casal no local. As quatro vítimas – pais e as duas filhas –  eram indígenas da aldeia de Caieiras Velha.

O acidente havia deixado quatro vítimas fatais, duas delas em estado grave e uma com ferimentos leves. No veículo de passeio seguiam o motorista Belanisio Pereira Rodrigues, de 48 anos; e Josélia Rocha, de 36 anos, que morreram no local. Ainda no veículo de passeio estavam as duas meninas, Isabela e Valentina, que foram socorridas em estado grave ao Hospital São Camilo, mas não resistiram aos ferimentos e morreram.

Na Van seguiam o motorista, identificado como Gilberto, e dois funcionários da empresa Imetame. O motorista ficou preso nas ferragens, sofreu traumatismo e após ter sido socorrido no Hospital São Camilo, foi transferido para o Hospital Estadual de Urgência Emergência (HEUE), em Vitória.

Segundo a Imetame, um colaborador teve alta médica e o outro transferido para um hospital particular da Serra, para realizar cirurgia plástica de correção na orelha, que foi atingida no acidente. O motorista da Van continua na UTI do HEUE, em estado grave.

PUBLICIDADE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui