Minha Chance: um projeto voltado para a transformação social de crianças e adolescentes em Aracruz

Iniciativa é um dos braços da Associação Cultural, Recreativa e Beneficente Presbiteriana de Aracruz (ACREB-PA)

0
174
Oficina de Artes. Foto: Divulgação/Projeto Minha Chance

Com sede no bairro Morobá, em Aracruz, o Projeto Minha Chance garante que crianças e adolescentes em situação de risco e vulnerabilidade social tenham um espaço alternativo para o desenvolvimento de atividades socioeducativas, culturais e recreativas que os capacite para o exercício da cidadania e possibilite a transformação da realidade em que estão inseridos, de modo que sejam protagonistas do próprio futuro.

O ‘Minha Chance’ é um dos braços da Associação Cultural, Recreativa e Beneficente Presbiteriana de Aracruz (ACREB-PA), instituição jurídica de utilidade pública sem fins lucrativos que há mais de 30 anos pratica a solidariedade e o amor ao próximo. O projeto surgiu em 2016 por iniciativa da missionária Irene Bacanu, que teve um sobrinho vítima do uso de drogas naquele ano. Buscando prevenir crianças e adolescentes deste mal e da violência, ela regressou da Romênia para dar início à iniciativa que hoje atende até 60 meninos e meninas com idade entre 7 e 14 anos que vivem nos bairros Morobá, Morobazinho e Nova Conquista.

No contraturno escolar, as crianças e adolescentes atendidas pelo ‘Minha Chance’ tem acesso a uma série de oficinas ministradas por voluntários que são baseadas em cinco focos: fortalecimento de vínculos, educação, esportes, artes e música. Para continuar fazendo a diferença, o projeto está reformando sua sede. A primeira fase das obras foi celebrada em um momento de comunhão seguido de um culto de ação de graça no último dia 19.

“Melhoramos e ampliamos a cozinha, a área de serviço, o refeitório, os banheiros e o escritório. Que Deus possa continuar nos abençoando na obtenção de recursos e parcerias para em breve conseguirmos construir a segunda etapa da obra, que consiste em um parquinho, uma sala ampla para as oficinas de dança e artes marciais e um laboratório de informática. Tudo para que possamos oferecer aos nossos beneficiários um serviço de maior qualidade e valor agregado”, ressalta Hellen Santi Cordeiro Amaral, diretora-presidente do Projeto Minha Chance no biênio 2021-2023.

COMO AJUDAR?

É possível contribuir com o ‘Minha Chance’ sendo voluntário ou por meio de doações. O PIX do projeto é o CNPJ da ACREB-PA: 34.476.658/0001-06 (Banco Sicoob, agência 3007, conta corrente 50.933-7). Também é possível contribuir pelo aplicativo PicPay (@projetominhachance). Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (27) 99830-1048 ou pelo e-mail [email protected]

PUBLICIDADE