Mais de 160 milhões de veículos pagaram pedágio na BR-101 em quase sete anos

Apenas 9% da rodovia tem duplicação

0
70
Foto: Divulgação/Agência Congresso

Em quase sete anos de cobrança nas sete praças de pedágio da rodovia BR-101 no Espírito Santo, 163.030.120 veículos pagaram a tarifa de 14 de maio de 2014 a 31 de outubro de 2020, totalizando 2.357 dias. No período, nos pontos de pagamento, a média é de sete veículos por minuto em cada um, o que é irreal, na avaliação dos deputados integrantes da Comissão de Fiscalização da Eco101 na Assembleia Legislativa.

Nos 2.357 dias de cobrança, a média diária de veículos pagantes é de 69.168 veículos diversos, ou 2.882 por hora ou 48 por minuto, segundo os dados divulgados no site da Concessionária, contendo as estatísticas de tráfego pago. E sem contrapartida, porque neste período a Concessionária Eco101 duplicou somente 9% de todo o trecho, entre as divisas do Espírito Santo com a Bahia e o Rio de Janeiro.

A FOLHA DO LITORAL é o único jornal capixaba que divulga mês a mês as tabelas de estatísticas do tráfego pago na rodovia BR-101. Os últimos dados constantes no site são de outubro, quando 2.257.504 veículos pagaram a tarifa, média de 72.823 por dia, ou 3.034 por hora ou 51 por minuto.

Dentro do cronograma de obras e investimentos da Eco101, foram entregues, até o momento, os trechos duplicados entre Viana e Guarapari (24 km), Anchieta (2,5 km), Ibiraçu (4,5 km), João Neiva (2,5 km) e o Contorno de Iconha (7,8 km). O trecho sob concessão é de 475,9 km, dos quais, por contrato, 197 km já deveriam estar duplicados, mas apenas 41,2 km (21%) receberam o benefício.

Asfalto ruim
Mesmo pagando pedágio por quase sete anos, os usuários da BR-101 continuam enfrentando demoradas operações de pare e siga e obrigados a, debaixo de sol, aguardar por meia hora ou mais a liberação do tráfego em sua pista. Todo ano os mesmos trechos entre Ibiraçu e Serra passam por obras de recapeamento, como se as empreiteiras da Eco101 tenham utilizado asfalto de péssima qualidade. De Serra à entrada do Civit II, o trecho herdado já duplicado está sempre com as pistas da direita deterioradas. No km 154, em Linhares, o acostamento é uma buraqueira só, provocando acidentes.

2.357 dias de cobrança (18/05/2014 a 31/10/2020)
2014 (18/05 a 31/12 – 227 dias): 16.684.170 veículos
2015 (365 dias): 25.960.951 veículos
2016 (366 dias): 24.301.869 veículos
2017 (365 dias): 24.527.340 veículos
2018 (365 dias): 25.101.761 veículos
2019 (365 dias): 25.891.744 veículos
2020 (304 dias): 20.562.285 veículos

Total em 2.357 dias: 163.030.120 veículos
69.168 veículos/dia
2.882 veículos/hora
48 veículos/minuto

PUBLICIDADE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui