Inscrições para edital emergencial da Suzano vão até segunda-feira 06

Podem participar as organizações da sociedade civil com atuação local, cooperativas, microempreendedor individual e pequenas empresas cadastradas no Simples Nacional com faturamento anual de até R$ 100 mil

0
24
Foto: Divulgação/Suzano

Terminam na próxima segunda-feira 06 as inscrições para o edital emergencial de apoio ao enfrentamento dos efeitos da covid-19, lançado pela Suzano. A iniciativa é fruto de uma parceria com o Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (Funbio), desenvolvida com o objetivo de beneficiar as ações rápidas de prevenção do coronavírus e de geração de renda.

O edital vai destinar um aporte de R$ 500 mil via projetos de resposta rápida, visando buscar soluções que minimizem as dificuldades decorrentes do isolamento social, que tem afetado as atividades nas comunidades.

Serão contempladas 15 regiões, entre sedes municipais, distritos e comunidades de Aracruz, Conceição da Barra, São Mateus e Pedro Canário. “Desenvolvemos o edital com a proposta de amenizar os impactos gerados pela pandemia na sociedade, fortalecendo as ações de prevenção e potencializando a geração de renda”, enfatiza Douglas Peixoto, consultor de Desenvolvimento Social da Suzano.

Duas linhas de apoio constam do edital: ações de prevenção e combate à covid-19 que priorizam a redução de contaminação, além de minimizar os problemas sociais e de saúde; e a geração de trabalho e renda no meio urbano e rural.

Podem participar as organizações da sociedade civil com atuação local (associações de produtores rurais e de moradores, dentre outros), cooperativas, microempreendedor individual e pequenas empresas cadastradas no Simples Nacional com faturamento anual de até R$ 100 mil.

Quem pode participar
Organizações da Sociedade Civil com atuação local (associação de produtores rurais, associação de apicultores, associação de pais e mestres, associação de moradores e organizações com finalidade social, exceto organizações religiosas.

Cooperativas (cooperativas de produtores, de serviços, de catadores de resíduos etc.), exceto cooperativas de crédito.

Microempreendedores individuais (MEIs) constituídos há, pelo menos, seis meses.

Pequenas empresas cadastradas no Simples Nacional (padarias, borracharias, mercearias, bicicletarias, lanchonetes etc.) com faturamento anual de até R$ 100 mil.

Regiões contempladas no Espírito Santo
Aracruz: Barra do Riacho, Vila do Riacho e Barra do Sahy.

Conceição da Barra: Sede, Braço do Rio, Sayonara, Itaúnas, Angelim Disa, Angelim III, Água Preta e Assentamento Valdício Barbosa.

São Mateus: Sede, Itauninhas e Nova Lima.

Pedro Canário: Sede.

PUBLICIDADE