Ibiraçu adere a programa de implementação de escolas municipais de tempo integral

De acordo com a secretaria municipal de Educação, o novo modelo de ensino tem como objetivo uma formação mais ampla e completa das potencialidades dos estudantes

0
21
Alunos entram na Escola Professora Elzita Barbarioli às 7h e saem às 16h30. Foto: Divulgação/Prefeitura de Ibiraçu

A Escola Professora Elzita Barbarioli, no bairro São Cristóvão, em Ibiraçu, passou a funcionar em tempo integral. Isso porque o município aderiu ao PROETI (Programa de Fomento à Implementação das Escolas Municipais de Ensino Fundamental de Tempo Integral), que visa cumprir a Meta 6 do Plano Nacional e Estadual de Educação.

De acordo com a secretaria municipal de Educação, o novo modelo de ensino tem como objetivo uma formação mais ampla e completa das potencialidades dos estudantes, preparando-os para um futuro de sucesso, melhorando seu rendimento escolar e inovando as metodologias, estratégias e práticas educativas, além de facilitar a rotina de trabalho dos pais.

Na terça-feira 22, o Governo do Estado anunciou o investimento de quase R$ 500 milhões investimento de quase R$ 500 milhões para a Educação em Tempo Integral, Educação Infantil e Ensino Fundamental I. Os recursos serão enviados aos municípios por meio do PROETI e do Fundo Estadual de Apoio à Ampliação e Melhoria das Condições de Oferta da Educação Infantil e do Ensino Fundamental no Espírito Santo (FUNPAES).

PUBLICIDADE