Hugo José da Silva: o motociclista de Aracruz que percorreu as 26 capitais do Brasil

O feito de ser o primeiro a escrever na história do motociclismo do Espírito Santo valeu o certificado homologado de “Bandeirante Fazedor de Chuva”

0
84
Hugo José da Silva percorreu 27.401 km em 65 dias, pilotando a sua moto, uma Honda NC-750 X, ano 2019

Além do Distrito Federal, o capitão da reserva remunerada da Polícia Militar do Espírito Santo, Hugo José da Silva, morador de Aracruz, percorreu, de motocicleta, as 26 capitais do Brasil. O feito de ser o primeiro a escrever na história do motociclismo do Espírito Santo valeu o certificado homologado de “Bandeirante Fazedor de Chuva”, que nas viagens percorreu 27.401 km em 65 dias, pilotando a sua moto, uma Honda NC-750 X, ano 2019.

Hugo, que é mineiro de Governador Valadares, mas radicado há décadas no Espírito Santo, foi premiado por conhecer o quintal de casa (equivale ao Estado onde vivemos) já é uma tarefa que poucos se prestam a fazer e, principalmente, concluir. Mas conhecer todos os quintais de casa de um país continental é algo monumental que raríssimos se dedicam e menos ainda logram obter tal resultado.

Assim, ter mais um intrépido e ousado “Fazedor de Chuva” conquistando o Brasil nos enche de orgulho e satisfação, pois sabemos que tal jornada provocou uma grande mudança em você, tanto como pessoa quanto como motociclista, pois ninguém permanece o mesmo após uma aventura dessa envergadura. Viveu e desfrutou de uma imensa diversidade de ambientes, estradas, cidades e, o mais importante, pessoas, diz o grupo “Fazedores de Chuva”.

Nas viagens, Hugo ganhou novos amigos e teve que retornar a Florianópolis, em Santa Catarina, para refazer a foto, cumprindo as regras do grupo, provando seu caráter e idoneidade, lapidando o seu nome na elite do motociclismo mundial, realizando o que qualquer um pode fazer, porém, poucos o fazem. A homologação é a de número 039/2022.

PUBLICIDADE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui