Grande Buda, Escola de Cerâmica e Bosque da Sabedoria serão inaugurados dia 28

A estátua do Buda gigante atrai muitos visitantes. Ela é a maior do Ocidente e tem o mesmo tamanho que a do Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, com 38 metros

0
513
A estátua do Buda sentado de Ibiraçu é a segunda maior do mundo e desperta a atenção de quem passa pela BR-101, transformando a Praça Torii em ponto turístico. Foto: Divulgação/Mosteiro Zen Morro da Vargem

Com a presença do governador Renato Casagrande, o Mosteiro Zen Morro da Vargem, em Ibiraçu, promove as inaugurações oficiais, no próximo dia 28, às 10h, na Praça Torii, na rodovia BR-101, a estátua do Grande Buda, a Escola Oficina de Cerâmica Custódio Soares (Cerâmica Kanzeon) e o Bosque da Sabedoria, além do evento de lançamento do livro Buddha.

A estátua do Buda gigante atrai muitos visitantes. Ela é a maior do Ocidente e tem o mesmo tamanho que a do Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, com 38 metros. O abade Daiju Bitti promoveu, em dezembro de 2019, a cerimônia de Abertura dos Olhos, que é um ritual budista que funciona como um batismo. “Antes era apenas um estátua, agora é uma estátua com alma“, explicou Daiju.

A maior estátua de Buda do mundo fica numa montanha entre os rios Minjiang, Dadu e Qingyi, perto da cidade de Leshan, na China. O Grande Buda de Leshan tem 71 metros de altura e foi declarado Patrimônio Mundial da Humanidade pela Unesco. A estátua do Buda sentado de Ibiraçu é a segunda maior do mundo e desperta a atenção de quem passa pela BR-101, transformando a Praça Torii em ponto turístico.

O peso aproximado da estátua é de 450 toneladas e entre os materiais utilizados estão aço, ferro e concreto. O monumento tem 38 metros, sendo que três metros são de pedestal. Somente a estátua tem 35 metros, o que equivale a pouco mais que um prédio de 11 andares. A obra foi orçada em torno de R$ 4 milhões e foi construída na Praça Torii, onde se encontra o tradicional Portal vermelho que marca o diálogo entre a cultura Oriental e Ocidental, Jardim Zen, Escola de Cerâmica e 15 estátuas menores de Buda em meditação.

Daiju Bitti destaca que “os 15 pequenos budas brancos sentados em meditação representam a serenidade que devemos manter nos momentos difíceis e são repetidos para nos mostrar a necessidade de sermos persistentes e não esmorecermos diante das dificuldades da vida”.

PUBLICIDADE