Geanes Goularte lança autobiografia para impactar vidas de forma positiva

Lançado este mês, em live prestigiada por amigos e familiares, o livro em que a autora conta sua história de vida foca a positividade e o propósito de Deus vivenciados

0
60
Geanes Goularte autografando sua obra. Foto: Oziel Rocha/Studio Casa

Narrativa com foco na fé e na persistência conforme o que viveu, viu, ouviu e sentiu. Assim a empresária, palestrante, especialista em desenvolvimento humano e Practitioner em Programação Neurolinguística (PNL) Geanes Rodrigues Goularte, natural de Castelo (ES) e residente em Aracruz, descreve sua autobiografia, intitulada “Fé e Persistência – O Segredo dos Vencedores”, publicada pela editora Fluir. Lançado este mês, em live prestigiada por amigos e familiares, o livro em que a autora conta sua história de vida foca a positividade e o propósito de Deus vivenciados. É uma publicação que inspira e tem o poder de impactar vidas positivamente.

“Escrevendo essa autobiografia, pude visitar cada momento vivido e sentir muita gratidão por tê-los vivido”, diz Geanes Goularte, que relatou à revista DESEJO os detalhes da construção do seu primeiro livro. “A vontade de escrevê-lo surgiu em 2004. Meus amigos sempre me diziam que minha história precisava ser escrita. O tempo passou, fatos novos ocorreram e, com mais frequência e intensidade, vinha sendo incentivada a escrever meu livro. Comecei a perceber tais comentários como algo positivo em minha vida. Senti que minha história poderia fazer diferença e influenciar outras pessoas e aceitei o desafio”, lembra a autora, que cita a amiga Cristiane Dias Lopes Mazim, que revisou o livro, como principal incentivadora.

Depois da inesperada morte do esposo, José Almeida Goularte, Geanes teve na jornalista Sandra Freitas, que também lançou um livro contando com detalhes o que viveu com a perda do companheiro, uma inspiração. Agora a empresária quer inspirar outras pessoas, fazendo-as perceber o poder de administrar suas vidas sem deixar que as circunstâncias alheias a suas vontades interrompam seus planos. “A sensação de ter meu livro em mãos é de realização plena. Vejo como uma missão cumprida. Quem lê-lo entenderá que a vida é o ‘aqui agora’; que temos que viver de forma plena todos os dias; viver intensamente cada minuto, pois não sabemos qual dia partiremos ou alguém que amamos partirá. Todos nós temos uma história que pode impactar a vida de outras pessoas. Fico imensamente feliz de poder compartilhar a minha”, salienta Geanes.

Com oito capítulos emocionantes e envolventes, o livro de Geanes tem mais de 200 páginas e será vendido em sua empresa, a Agronorte, no Oriundi Supermercados, workshops dos quais participa e nos eventos que ela promove para difundir a PNL e metodologias que abrangeu através dos cursos de capacitação da Escola Brasileira de Desenvolvimento Humano (EBRA). Além da versão física do livro, a autora já pensa em comercializar a versão digital, de forma que sua publicação tenha alcance nacional.

As primeiras conquistas

Geanes brinda com as irmãs. Foto: Oziel Rocha/Studio Casa

Geanes começa sua autobiografia falando das experiências de uma menina simples do interior, vinda de família grande e humilde, onde o pai, que estudou até a quarta série do ensino primário, era quem tinha o maior grau de estudo da família. Uma menina que cresceu na roça, foi para a cidade vizinha, conheceu seu grande amor, transformou sua vida quando mudou de cidade para viver sua história de amor, casou, empreendeu, formou-se em Direito e, inesperadamente, precisou recomeçar. Foi junto ao esposo José Almeida Goularte (in memoriam) que Geanes conseguiu abrir em 2004, a Agronorte, empresa que se tornaria a base do casal, tanto no que diz respeito ao sustento familiar quanto na solidificação deles como empreendedores no município de Aracruz. Dois anos depois, ela começou a cursar Direito, o que por si só era uma grande vitória.

Com a conclusão do ensino superior em 2010, Geanes realizava um dos maiores sonhos até aquele momento. O desafio seguinte foi passar no exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Para tal finalidade, não faltou persistência e superação, palavras que mais tarde fariam ainda mais sentido na vida da empresária. Depois de mais um objetivo alcançado com sucesso, Geanes teve mais certeza de que deveria colocar sua história de vida no papel, conforme os amigos vinham sugerindo anos antes. Cresceu nela a vontade de escrever uma autobiografia através da qual as pessoas pudessem enxergar o quanto são capazes quando têm um objetivo bem definido e lutam por ele. No entanto, ainda não era a hora.

O desafio de ser mãe e o encontro do equilíbrio emocional

Geanes, Bernardo e Artur. Foto: Oziel Rocha/Studio Casa

A partir de uma nova etapa de experiências, Geanes decidiu ser mãe. Com o nascimento do primeiro filho, ela experimentou algo completamente novo em sua vida, uma mistura de realização, amor sem limites e, ao mesmo tempo, medo que a levaram à depressão. Após a detecção e tratamento da doença psiquiátrica crônica, viu na decisão de abrir o próprio escritório de advocacia uma forma de superação. Conseguindo conciliar o novo empreendimento com a Agronorte e o tempo dedicado à família, a empresária decidiu ser mãe novamente. Decisão que lhe trouxe novos desafios e descobertas.

Diante dos desafios impostos pela segunda gravidez, Geanes encontrou na Programação Neurolinguística (PNL) ferramentas que lhe ajudaram a superar traumas e crenças limitantes, fazendo-a se livrar da dependência de medicamentos controlados. Com equilíbrio emocional, foco total em cuidar dos negócios e vivendo tudo o que considerava importante para ser feliz na companhia do esposo e dos dois filhos amados, a empresária decidiu que era o momento ideal para escrever seu livro. “Vivia um verdadeiro conto de fadas e, em minha imaginação, encerraria o livro com a família perfeita de acordo com minha percepção de mundo. Estávamos em 2019 e em meados de janeiro comentei com o Goularte e outras pessoas próximas que delimitaria um tempo para sentar e começar a escrever a história de vida que serviria de inspiração para outras pessoas sonharem e lutarem para realizar aquilo que mais desejam. Porém, aquele ano começou com alguns desafios financeiros e não encontrava tempo para o projeto do livro em meio as demandas da empresa e os cuidados com os filhos”, recorda.

A perda do esposo e o recomeço sem ele

Geanes e José Almeida Goularte (in memoriam). Foto: Arquivo Pessoal

Em março de 2019, Geanes recebeu a pior notícia que alguém poderia pensar em receber um dia. Seu amado esposo, o homem com o qual havia feito praticamente todos os planos de sua vida, seu companheiro de tantos anos e pai de seus filhos, teve a vida ceifada. “Arrancaram-no da minha vida sem ter tempo de me despedir. A vida parecia ter perdido o sentido. Foi a pior dor que já experimentei. Naqueles primeiros dias, a sensação de que iria enlouquecer foi a realidade que enfrentei”, lembra a empresária.

A PNL e suas reprogramações mentais com um profissional capacitado foram fundamentais para que Geanes, naqueles primeiros momentos, sobreviesse à dor e o vazio que ficaram no lugar de José Goularte. Ciente de que deveria ser forte para cuidar dos filhos e tocar o empreendimento da família, a empresária seguiu apostando na Programação Neurolinguística e em meio ao necessário recomeço encontrou a frase que se tornaria seu lema de vida: “a alegria de fazer o bem é a única felicidade verdadeira”. E para colocá-lo em prática, buscou parcerias para difundir a PNL em Aracruz. Algo que lhe fez muito bem e a ajudou a preencher o vazio.

Só no final de 2019, Geanes começou a escrever sua autobiografia que, com a perda do esposo, ganhou dois novos capítulos, sendo um referente à dor e outro à superação. A partir daí, o objetivo do livro passou a ser impactar a vida das pessoas de forma positiva. “De forma realista, o livro mostra que quando cremos em Deus sobre todas as coisas e entendemos nosso propósito de vida, sempre conseguimos plantar algo bom no mundo, mesmo se algo de muito ruim nos acontece. A diferença está em como decidimos enxergar o fato e não o fato em si”, pontua Geanes.

PUBLICIDADE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui