Fênix: um time unido dentro e fora de campo

O ‘Fênix’ é literalmente a soma das forças de quem, mais do que o bem-estar proporcionado pela prática do futebol, busca cultivar laços de amizade e camaradagem

0
48
Parte da ‘Família Fênix’. Em pé: Wallace Fregini (Bugil), Adeilson Alves, Leonardo Vicente (Bui), Vinícius Correia, João Baptista (Robozão), Kaio Lopes (Hulk), Luã Silva e Fábio Souza (Fabinho). Agachados: Dholze Vidal, Luciano Vidal, Cidinei Pereira (Kanté), Eduardo Pedrini (Dudu), Júnior Nascimento (Juninho), Leonardo Simora (Raposão), Quislom Tavares e Herik Forest. Ajoelhados: Joelmo Lemos (Kapa), Emanuel Rodrigues, Júlio César Alvarinho, Mael Barbosa, Bruno Cozer (Bruninho), Allan Neiva e Walas Neves. Sentados: Alberto Passos (Mineiro), Gabriel Rangel, Adriano Ribeiro, Everton Lima (EL7), Ariel Viana (Bahia), Marcelo Fernandes (Chapelinha) e Rodrigo Rodrigues (Marreta). Foto: Jasleon Humberto

Característica única do ser humano, a empatia se traduz na capacidade psicológica de sentir o que sentiria outra pessoa caso estivesse na mesma situação vivenciada por ela. E esse aspecto é algo comum a todos os jogadores do ‘Fênix’, time de futebol amador de Aracruz que teve origem em 2017. “Não é só um time, mas uma família verdadeiramente unida dentro e fora de campo”, ressalta o fundador e presidente Luciano Vidal.

O companheirismo que une o grupo vai além das quatro linhas. A mesma mobilização empreendida na hora em que o assunto é o bem comum do time é notada quando um integrante passa por alguma dificuldade. Movidos pelo poder da empatia, os demais não hesitam em cooperar dentro de suas possibilidades. O ‘Fênix’ é literalmente a soma das forças de quem, mais do que o bem-estar proporcionado pela prática do futebol, busca cultivar laços de amizade e camaradagem.

“A galera do Fênix é diferenciada. Todo domingo a gente faz questão de tirar um tempinho para estarmos juntos pelo futebol que tanto amamos. A ideia é seguir assim, com a amizade cada vez mais fortalecida, na certeza de que iremos compartilhar da alegria de ver nossos filhos jogando juntos também”, pontua Vidal.

PUBLICIDADE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui