Farmácias de Aracruz enfrentam falta de máscaras e álcool em gel

Ao menos cinco farmácias foram procuradas pela reportagem da FOLHA DO LITORAL. Todas informaram que os produtos estão em falta

0
120
Supermercado de Aracruz anuncia falta de álcool gel. Foto: Jasleon Humberto

A busca por máscaras e álcool em gel aumentou em Aracruz desde que um caso suspeito do novo coronavírus, o Covid-19, passou a ser monitorado no município. A suspeita não se confirmou, mas a declaração de pandemia pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e o número de casos crescentes no Brasil elevou ainda mais a procura pelos produtos, que agora estão em falta.

Ao menos cinco farmácias foram procuradas pela reportagem da FOLHA DO LITORAL. Todas informaram que os produtos estão em falta. Na maioria delas, o álcool em gel terminou há pelo menos duas semanas e não houve reposição do fornecedor. Na última sexta-feira 13, uma farmácia recebeu algumas caixas do material, mas todas foram vendidas rapidamente. Outra farmácia ficou sem o produto na segunda-feira 16.

Nos supermercados, a falta de álcool em gel também é evidente. Também está difícil encontrar o álcool a 70% líquido.

A orientação do Ministério da Saúde para uso de máscaras, até o momento, é para pessoas sintomáticas. Já especialistas em saúde afirmam que o álcool em gel contribui, especialmente quando se está na rua, mas lavar as mãos é suficiente. Mesmo assim, a população continua constantemente atrás do álcool em gel, de acordo com os gerentes de farmácias ouvidos pela reportagem.

Apesar do alto risco de contágio do Covid-19, os órgãos de saúde avisam que não há razão para pânico em relação à doença, que tem características de uma gripe comum e baixa letalidade no mundo inteiro, com casos graves concentrados na população idosa ou com histórico de outras doenças.

PUBLICIDADE