Estado participa da entrega de Conjunto Habitacional em Cariacica

Novas residências abrigarão cerca de duas mil pessoas

0
52
“É o progresso que chega ao bairro, trazendo novas pessoas que contribuirão para o crescimento econômico da região, aquecendo o comércio, a prestação de serviços, gerando mais empregos e renda para a população”, afirmou o secretário Marcus Vicente

O Natal vai ter gosto de sonho realizado para 496 famílias de Padre Gabriel, no município de Cariacica. Com a conclusão das obras do Residencial São Roque I e II, os beneficiados passarão as festas de fim de ano na casa própria e livres do aluguel. Os empreendimentos foram contratados pela Caixa Econômica Federal no início de 2018, com recursos do Governo Federal, no valor de R$ 40,6 milhões, para a construção das unidades habitacionais, e do Governo do Estado, no valor de R$ 1,2 milhão, para a construção da infraestrutura e o fornecimento de água tratada, num investimento total de R$ 41,8 milhões.

O secretário de Estado de Saneamento, Habitação e Desenvolvimento Urbano, Marcus Vicente, participou da solenidade de entrega dos apartamentos, ao lado do ministro de Desenvolvimento Regional, Roberto Marinho; representantes da Caixa, prefeito Juninho e vereadores de Cariacica. O bairro Padre Gabriel possui uma população estimada de sete mil habitantes, e está recebendo a entrega dos empreendimentos residenciais que abrigarão mais de dois mil moradores.

Os apartamentos contam com dois quartos, sala e banheiro, com infraestrutura interna completa com pavimentação, iluminação, esgoto, água tratada com medição individual, estacionamento, quadra de futebol, salão de festas, play-ground e gás encanado. A seleção das famílias foi realizada pela Prefeitura de Cariacica, de acordo com os critérios definidos pelo Governo Federal e pelo município, e contempla grupos familiares com renda mensal de até R$ 1.800,00.

O déficit habitacional é uma grande preocupação do Governo do Estado, que está preparado para continuar a parceria no Programa Casa Verde e Amarela, recentemente aprovado pelo Congresso Nacional, aguardando a sua regulamentação e definição das metas para que possamos viabilizar a construção de novas moradias em nosso Estado para a população de baixa renda”, enfatizou Marcus Vicente.

PUBLICIDADE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui