Estação de Tratamento de Esgoto construída pela Jurong é inaugurada

Com a construção iniciada em janeiro de 2020, a ETE foi entregue à Cesan no início deste ano, quando entrou em operação

0
31
A ETE possui uma moderna e confiável tecnologia de tratamento biológico de esgoto. Foto: Hélio Filho/Secom

Mais de 20 mil moradores de Barra do Sahy e Santa Marta, no litoral de Aracruz, estão sendo atendidos pela Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) construída pelo Estaleiro Jurong em atendimento ao Termo de Compromisso Socioambiental firmado para sua instalação no município. Inaugurado na terça-feira 12, o equipamento possui uma moderna e confiável tecnologia de tratamento biológico de esgoto, o que garante eficiência e baixo custo de manutenção operacional. O investimento da empresa foi da ordem de R$ 12 milhões.

Com a construção iniciada em janeiro de 2020, a ETE foi entregue à Companhia Espírito Santense de Saneamento (Cesan) no início deste ano, quando entrou em operação. De acordo com o Estaleiro Jurong, a água sai após o tratamento do esgoto com qualidade superior à exigida pelas normas brasileiras, podendo até mesmo ser reutilizada em outras atividades como agricultura, irrigação de jardins e atividades industriais. O sistema contempla ainda um emissário submarino de 360 metros para o lançamento da água no mar, garantido o distanciamento da área costeira.

A cerimônia de inauguração da ETE contou com a presença do presidente do Estaleiro Jurong, Thangavelu Guhan, e do governador Renato Casagrande, entre outros políticos e lideranças. “Entregamos uma obra que garante um serviço de qualidade e respeita o meio ambiente, por sua eficiência. Temos muito orgulho em atender a condicionante e as comunidades do entorno”, frisou Guhan.

Casagrande, por sua vez, ressaltou queem um entendimento com a Prefeitura, fizemos uma adutora de 13 quilômetros, trazendo água tratada para essa região litorânea. Hoje, o Estaleiro Jurong é abastecido com água da Cesan, o que não tinha antes. Agora com essa ETE, vamos atender a mais 20 mil pessoas em Barra do Sahy e Santa Marta. É um investimento que contribui para a preservação do meio ambiente, melhoria da qualidade de vida e do turismo da Orla de Aracruz”.

PUBLICIDADE