‘Escotismo na Escola’ lança segundo desafio em Aracruz

A proposta é oferecida pelo 19° Grupo de Escoteiros Coqueiral, com o apoio do Grupo de Participação Social do Programa Suzano de Educação, que conta com a participação da prefeitura

0
17
Sandra Regina Fiorio, da região escoteira do Espírito Santo. Foto: Divulgação/PMA

Os alunos do 1° ao 5° ano da Rede Municipal de Educação de Aracruz já podem dar continuidade ao projeto ‘Escotismo na Escola’, com o desafio da segunda semana. A proposta é oferecida pelo 19° Grupo de Escoteiros Coqueiral, com o apoio do Grupo de Participação Social do Programa Suzano de Educação, que conta com a participação da prefeitura.

A diretora administrativa do Grupo de Escoteiros, Shirlene Maass, explica que os exercícios para os alunos de 1° ao 3° anos giram em torno da Estação Biológica Augusto Ruschi. “Eles serão orientados a separar resíduo orgânico e a fazer uma mini composteira em um pote. Além disso, vão plantar sementes de tomate para fazer uma mini horta”.

Já para os estudantes do 4° e 5° anos as atividades serão voltadas para o ecossistema manguezal. “Eles descobrirão a vegetação mais abundante no rio Piraquê-açu e a extensão do manguezal que acompanha esse rio. Além disso, poderão identificar o período de proibição da captura do caranguejo e fazer um caranguejo com materiais recicláveis”, conta Shirlene.

As crianças que não realizaram o primeiro exercício ainda podem participar até o final do projeto, no dia 26 de agosto. “Todos os alunos encerrarão os trabalhos juntos ao final das cinco semanas, porém, o tempo utilizado para efetuar cada atividade influenciará na premiação. Os dois estudantes de cada ano que fizerem todos os exercícios de forma correta e usando menor tempo ganharão ‘Escotismo na Escola’”, finaliza Shirlene.

PUBLICIDADE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui