Erick Musso participa de lançamento do plano estratégico Minas/ES

O Plano tem como objetivo selecionar projetos ou processos que tenham grande relevância comum aos dois estados e foi apresentado a empresários mineiros e capixabas e representantes políticos

0
109
O presidente da Findes, Leonardo de Castro; os governadores Romeu Zema (MG) e Renato Casagrande (ES), o presidente da Ales, Erick Musso e o presidente da FIEMG Flávio Roscoe Nogueira. Foto: Divulgação/Assessoria Erick Musso

Garantir investimentos no corredor logístico-estratégico intermodal que une Espírito Santo e Minas Gerais, no valor de R$ 56,5 bilhões, foi o objetivo do encontro que o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Erick Musso, participou na manhã desta segunda-feira 17, na Federação das Indústrias de Minas Gerais (FIEMG), em Belo Horizonte. O assunto foi debatido na cerimônia de lançamento do Plano Estratégico Minas Gerais e Espírito Santo.

O Plano tem como objetivo selecionar projetos ou processos que tenham grande relevância comum aos dois estados e foi apresentado a empresários mineiros e capixabas e representantes políticos. Se toda a carteira de projetos prioritários forem cumpridas, cerca de 50 mil empregos podem ser gerados nos dois estados.

Entre as obras principais, estão a duplicação e a concessão das BRS 381 e 262, a privatização da Codesa, a renovação da concessão da Estrada de Ferro Vitória a Minas e a implantação das ferrovias EF118 (Vitória/Rio) e 354 (Rio/Minas). Além de obras de infraestrutura, a parceria prevê ainda a redução de burocracia entre os dois estados e atuação conjunta junto ao Governo Federal e Congresso Nacional na votação de projetos importantes para os dois estados. Estão previstas ainda ações integradas na Bacia do Rio Doce.

“É preciso união de todas as esferas públicas dos estados do Espírito Santo e Minas Gerais para trazer mais destaque no desenvolvimento econômico e garantir mais emprego para os dois estados”, destacou o presidente da Assembleia. A cerimônia contou com as presenças dos governadores do Espírito Santo, Renato Casagrande; e de Minas Gerais, Romeu Zema; além dos presidentes das federações das indústrias do Espírito Santo, Leonardo de Castro; e de Minas Gerais, Flávio Roscoe Nogueira.

PUBLICIDADE