Erick Musso diz que Estado retrocedeu décadas no combate à fome

A declaração levou em conta dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) sobre a fome no Estado

0
111
O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Erick Musso (Republicanos), aproveitou para falar sobre o problema da fome no Estado

Com base em dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) sobre a fome no Espírito Santo, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Erick Musso (Republicanos), aproveitou para falar sobre o problema e disse que o governo estadual retrocedeu décadas quando o Espírito Santo atinge a marca de 150 mil pessoas vivendo com menos de R$ 150,00.

Erick Musso desabafou: “Um levantamento na quarta-feira 8 retrata aquilo que venho falando sobre a fome no nosso Estado. Retrocedemos décadas ao atingirmos a marca de 150 mil pessoas vivendo com menos de R$ 150,00. O que mais me deixa indignado é o fato do nosso Governo não se importar com essa situação. Do que adianta dizer que o Espírito Santo tem dinheiro em caixa, mas não o utiliza para que as pessoas tenham acesso a alimentação básica? Falta empatia para agir por quem mais precisa. Nosso Estado pode fazer mais pelas pessoas, mas falta atitude”.

PUBLICIDADE