Erick Musso debate reabertura permanente do comércio com lideranças do setor

O presidente da Assembleia Legislativa defende que os cuidados com a vida e com a saúde e a preservação da atividade econômica podem ocorrer simultaneamente

0
68
O deputado estadual Erick Musso. Foto: Divulgação/Ales

Depois de defender, nas redes sociais, o funcionamento do comércio, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Erick Musso, recebeu uma comitiva de lideranças do setor para debater a reabertura permanente dos estabelecimentos comerciais no Estado. “Estou convicto que isso é possível com responsabilidade e compromisso coletivo. Os cuidados com a vida e com a saúde e a preservação da atividade econômica podem ocorrer simultaneamente”, declarou Musso.

Participaram do encontro José Lino Sepulcri, presidente da Federação do Comércio do Estado (Fecomércio-ES); Lesio Contarini, presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Material de Construção da Grande Vitória (Sindmat); Ricardo Augusto Pinto, presidente do Sindicato das Indústrias de Panificação e Confeitaria (Sindipães); Rodrigo Vervloet, presidente do Sindicato dos Restaurantes, Bares e Similares (Sindbares); Waldês Calvi, presidente do Sindicato do Comércio Atacadista de Gêneros Alimentícios (Sincaes) e representantes de outras 16 entidades ligadas ao comércio.

Lideranças presentes na reunião relatam estarem chateadas com a falta de espaço para conversas com o governo do Estado e veem na linha de diálogo aberta pelo presidente da Assembleia Legislativa uma saída para ajudar o comércio, que na visão delas, tem sido o único setor penalizado com a pandemia, vindo a registrar muitas demissões e falências.

“Não estamos negando a gravidade da pandemia, mas precisamos acelerar a vacinação para que as pessoas possam voltar a trabalhar da maneira mais normal e movimentar a economia. O comércio precisa voltar a funcionar diariamente respeitando, como já fazem, os protocolos de biossegurança. Vamos debater e dialogar como o governo e achar a melhor saída nesse contexto que estamos vivendo”, frisou Erick Musso, que volta a se reunir no próximo dia 3 de maio com os representantes das entidades comercias.

PUBLICIDADE