Empreendimentos recebem consultoria para promover seus negócios

A iniciativa é conduzida pela Fundação Renova em parceria com o IEBT

0
14
Impulso Rio Doce selecionou projetos de 40 localidades da bacia do rio Doce a fim de fortalecer e diversificar a atividade econômica, entre elas, Baixo Guandu. Foto: Divulgação Fundacao RENOVA Vista aerea do Rio Doce. Imagem: NITRO Historias Visuais

O projeto Impulso Rio Doce, que tem o objetivo de promover a diversificação econômica e fortalecer micros e pequenos negócios, selecionou 1.285 empreendimentos para começarem os trabalhos de consultoria. As ações ocorrem nas 40 localidades atingidas pelo rompimento da barragem de Fundão, em 2015, ao longo da bacia do rio Doce.

A iniciativa é conduzida pela Fundação Renova em parceria com o IEBT e visa estimular ideias e impulsionar negócios com oferta de capacitação, assessoria e acompanhamento para o desenvolvimento de empreendimentos

Dos 1.285 negócios, cerca de 75% são empreendimentos já existentes, como bares, restaurantes, lanchonetes, salgadeiras, escritório de design de móveis, produção audiovisual, lojas comerciais, piscicultura, clínicas de saúde e estética, produção artesanal, desde itens alimentícios a bordados, crochês e demais.

Os outros 25% estão na fase de ideias para serem transformados em um possível negócio. Entre os exemplos estão salão de beleza, restaurante, oficina mecânica, peixaria, alambique, fábrica de temperos, venda de mudas de plantas (flores e frutas), loja de roupas e acessórios, alimentação e serviços em geral.

Até o dia 30 de maio os responsáveis pelos projetos irão receber treinamentos on-line coletivos mensais, mentorias coletivas on-line (tira dúvidas), workshops para formação de rede e consultorias personalizadas da evolução do negócio e da aplicação de ferramentas. O projeto Impulso Rio Doce abrange as localidades capixabas de Baixo Guandu, Linhares, Colatina, Marilândia e Barra do Riacho (distrito de Aracruz).

PUBLICIDADE