ECO101 informa prejuízo de R$ 5,5 milhões com pedágio na BR-101

30 milhões de veículos pagaram pedágio em 2019

0
111
Foto: Divulgação/ECO101

Em seu relatório de administração do ano de 2019, divulgado no último dia 28, a Concessionária ECO101 informou um prejuízo de R$ 5,5 milhões no exercício. A receita bruta de arrecadação com pedágio na rodovia BR-101 no ano passado foi de R$ 192,2 milhões, contra R$ 203.069 milhões do ano anterior.

O faturamento bruto com pedágio nos cinco anos e sete meses de cobrança (18 de maio de 2014 a 31 de dezembro de 2019) totaliza R$ 1.271.727,00. Em 2019, o volume de tráfego em veículos equivalentes pagantes apresentou estabilidade em relação a 2018, com aumento de 2% de veículos leves, em função das melhores condições climáticas para o turismo na região. Houve uma redução de 0,9% no tráfego de veículos pesados devido, principalmente, à crise no ciclo da indústria de celulose.

Incluindo os veículos de trânsito livre, de acordo com o balanço 2019 da ECO101, 30.065.393 transitaram na BR-101, mas pelos dados dos boletins de tráfego divulgados no site da concessionária, passaram pelas sete praças de pedágio 25.891.744 veículos. A empresa não justificou a diferença de 4.173.649.

Em 2019 ocorreram 4.588 acidentes em toda a rodovia BR-101, sendo 2.359 sem feridos, 2.186 com feridos e 43 mortes (em 2020 já ocorreram 10 mortes em acidentes). Com quase seis anos pagando pedágio, os usuários e os deputados estaduais e federais reclamam que somente menos de 30 quilômetros dos 475,9 km foram duplicados.

Receita com pedágio (milhões)
2019: R$ 192.158
2018: R$ 203.069

Número de veículos que transitaram nos 475,9 km em 2019
Leves: 16.249.046
+ de 2 eixos: 7.965.449
+ de 3 eixos: 5.850.898
Total: 30.065.393

PUBLICIDADE