Dom Décio rifa o próprio fusca para ajudar Santuário

O sorteio será em novembro, mês da festa de Nossa Senhora da Saúde

0
263
Dom Décio Zandonade e o fusquinha Oséias. Foto: Divulgação

Em atitude que foi destaque na imprensa nacional, o bispo emérito da Diocese de Colatina e reitor do Santuário Diocesano Nossa Senhora da Saúde, de Ibiraçu, dom Décio Sossai Zandonade, colocou na rifa beneficente para o santuário, o seu fusquinha de nome bíblico “Oséias”, ano 1970, branco e “quase todo original”, segundo ele.

Segundo o religioso, é a esperança para conseguir recursos e ampliar a estrutura do santuário. Ele conta que já teve outros fuscas com nomes bíblicos, como Jeremias, Isaías e Jonas – todos doados em benefício das igrejas onde atuou, no Espírito Santo e Minas Gerais.

Nascido em Venda Nova do Imigrante, Zandonade diz que sempre apreciou carros. Ordenado padre em 1972, ele conta que a pandemia tem forçado a busca por novas formas de conseguir verba para os trabalhos e obras sociais. Para conseguir finalizar melhorias no santuário, instalado em um terreno de quatro alqueires, a saída foi rifar “Oséias”.

“Eu cedi esse fusca numa ação entre amigos em favor do santuário”. Cada bilhete custa R$ 20,00. O sorteio será em novembro, mês da festa de Nossa Senhora da Saúde. A divulgação da rifa traz a seguinte pergunta: “Você gosta de Fusca? Esse é imperdível!”.

No portal do santuáriovárias fotos de Oséias com o bispo emérito. Muito bem conservado, “Oséias” é um clássico dos anos 70, e comemora neste ano Bodas de Ouro.
Como bom apreciador de carros, ao falar do fusquinha que o transportou por mais de 10 anos, o bispo faz questão de elogiar. “Muito bonitinho, bem arrumado. É uma joia”. Mas quem gosta do lendário modelo alemão não abre mão de ter um”, diz. Mas dom Décio não ficará a pé. Já tinha outro fusca, o “Moisés”, que vai continuar com ele.

PUBLICIDADE