Deputados criticam falta de duplicação na BR-101

Eles criticaram a falta de cobrança dos poderes públicos e a publicidade da empresa em cima da duplicação de um trecho de apenas 9 km

0
19
O deputado Enivaldo dos Anjos. Foto: Divulgação/Ales

O atraso nas obras de duplicação da rodovia BR-101 pela Concessionária ECO101 motivou pronunciamentos dos deputados Enivaldo dos Anjos e José Esmeraldo, durante a sessão de segunda-feira 23 na Assembleia. Eles criticaram a falta de cobrança dos poderes públicos e a publicidade da empresa em cima da duplicação de um trecho de apenas 9 km.

“Ocorreram mais mortes na BR-101 no final de semana, mais descaso com a população. Estão dizendo que fizeram 9 km de duplicação em Viana, mas tinham que ter feito 200 km e estão fazendo publicidade de 9 km. Não sei como essa situação perdura sem providência do Judiciário e do Ministério Público. Todo mundo sabe que, por quase seis anos o pedágio quase que seria suficiente para a duplicação”, afirmou Enivaldo.

Segundo o parlamentar, a empresa responsável pela rodovia deveria acelerar a duplicação ou liberar as cancelas de pedágio. “Não podemos admitir uma concessão federal em que a população é extorquida no dia a dia. Daqui para São Mateus são três pedágios numa distância de 200 km, o que penaliza a população numa rodovia sem duplicação”, argumentou.

Para Esmeraldo, a propaganda veiculada tinha intuito de enganar o povo. Ele cobrou mais respeito da empresa aos capixabas. “Isso não é competência estadual, mas como somos responsáveis e não temos medo de cara feia viemos aqui fazer nosso discurso. Essa semana passei em um trecho abandonado pela ECO101. Eles estão fazendo a população de bobo. É morte toda hora e o dinheiro está entrando, e não é pouco dinheiro”, disparou.

PUBLICIDADE