Decreto muda horário de funcionamento de supermercados em Aracruz

A partir de 25/06, estabelecimentos do setor supermercadista só irão abrir em dias úteis, das 10h às 21h. O decreto municipal também alterou horário de funcionamento de outros setores comerciais

0
9924
Foto: Arquivo/Folha do Litoral

Publicado ontem 23 para começar a vigorar na próxima quinta-feira 25, o decreto municipal n° 38.070 (faça o download aqui) provoca novas mudanças em Aracruz, principalmente no comércio. O município está com risco alto para a transmissão do novo coronavírus numa classificação do Governo do Estado.

Os super/hipermercados passam a abrir das 10h às 21h, de segunda a sexta-feira, exceto feriados. Os estabelecimentos do setor supermercadista deixam de funcionar aos sábados, bem como borracharias; distribuidoras de água mineral e gás de cozinha e lojas de material médico-hospitalar ou de produtos alimentícios (açougues, hortifrútis, mercearias, etc.), que passam a abrir das 10h às 18h nos dias úteis.

Todos os dias, inclusive nos finais de semana, somente drogarias; farmácias; hotéis e postos de combustíveis irão manter o horário habitual de funcionamento. Padarias podem abrir regularmente de segunda a sexta-feira, mas aos sábados e domingos deverão funcionar entre 6h e 10h.

Barbearias; centros de estética ou fisioterapia; clínicas médicas, odontológicas ou veterinárias; lojas de conveniência; oficinas mecânicas, pet shops, salões de beleza e studios de pilates também irão abrir regulamente, mas o funcionamento será permitido apenas em dias úteis.

Ainda de acordo com o novo decreto, feiras livres voltaram a ser proibidas em Aracruz. Já o transporte público municipal deixa de operar aos sábados e domingos.

COMÉRCIO NÃO ESSENCIAL
As lojas não essenciais, inclusive as situadas dentro do Shopping Oriundi, passam a abrir entre 10h e 18h, de segunda a sexta-feira, exceto feriados. Aos sábados e domingos, não haverá funcionamento. Diferente do decreto anterior, estabelecimentos do 1° setor (concessionárias de veículos; lojas de material de construção, material elétrico, material hidráulico, peças automotivas ou tintas; marmorarias e vidraçarias) irão funcionar no mesmo horário dos estabelecimentos do 2° setor (agropecuárias; lojas de colchões, eletrônicos, móveis, produtos descartáveis, utilidades do lar ou vestuário; joalherias; óticas; papelarias; perfumarias; etc.).

VENDA DE BEBIDAS ALCOÓLICAS
De segunda a sexta-feira, seja presencialmente ou na modalidade de delivery, distribuidoras de bebidas e lojas de conveniência só poderão comercializar bebida alcoólica entre 10h e 18h. Aos sábados, domingos e feriados, a venda do produto fica vedada em qualquer horário, inclusive por delivery.

BARES E OUTROS
Bares, cafeterias e confeitarias seguem sem poder reabrir, mas estão autorizados a trabalhar com delivery, além da entrega imediata. O mesmo vale para o comércio ambulante de alimentos e de consumo imediato e congêneres.

CHURRASCOS E FESTAS
Está entre as determinações direcionadas aos cidadãos, comunidades e famílias no decreto municipal n° 38.070: não realizar ou participar de churrascos, festas ou quaisquer outros encontros que possam gerar aglutinação de pessoas, inclusive as confraternizações entre amigos e os eventos familiares.

PRAIAS
De acordo com o decreto municipal n° 38.070, enquanto perdurar a situação de emergência em face da pandemia da covid-19, fica proibida a circulação e a permanência de pessoas nas praias, riachos e similares.

OUTRAS SUSPENSÕES
Ainda de acordo com o decreto municipal 38.070, até o próximo dia 30 fica mantida em Aracruz a suspensão das atividades educacionais em todas as escolas e faculdades, seja da rede pública ou privada. Também está suspensa a visitação em unidades de conservação ambiental, bem como a realização de excursões de passeio e turismo em qualquer tipo de transporte coletivo. A proibição do funcionamento até o final deste mês estende-se às áreas de lazer em condomínios ou nos meios de hospedagem, bibliotecas, boates, casas de shows, cerimoniais, cinemas, clubes recreativos, espaços culturais, hotelzinhos, parques aquáticos e/ou de diversões, museus e teatros. A Praça Heraldo Barbosa Musso (Praça da Paz), os campos de futebol, os parques municipais e as quadras poliesportivas também não poderão abrir ao público.

PUBLICIDADE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui