Decreto fecha temporariamente Praça da Paz e outros espaços públicos em Aracruz

Com a volta do município ao nível mais alto de transmissão da covid-19 no Mapa de Gestão de Risco do Governo do Estado, novas medidas de restrição para tentar conter o avanço de casos, internações e mortes pelo novo coronavírus entraram em vigor

0
673
A Praça da Paz é o principal logradouro esportivo de Aracruz. Foto: Jasleon Humberto

Em Aracruz, a Praça Heraldo Barbosa Musso (Praça da Paz), a Biblioteca Pública e as agências do Sistema Nacional de Emprego (Sine) vão ficar fechadas enquanto o município se manter em risco alto para covid-19. É o que determina o decreto municipal n° 39.423, publicado nesta segunda-feira 15.

O novo decreto reforça a obrigatoriedade do uso da máscara para circulação em todo o território municipal, além de determinar que as famílias não realizem ou participem de eventos festivos de qualquer natureza. Elas também devem evitar que menores de 12 anos e maiores de 60 anos circulem pela cidade e frequentem estabelecimentos comerciais.

OUTRAS SUSPENSÕES

Abertura de bares;
Aulas presenciais em escolas e faculdades (rede pública e privada);
Circulação e permanência de pessoas nas praias, riachos e similares;
Consumo de bebida alcoólica em estabelecimentos comerciais e arredores;
Excursões e passeios turísticos em qualquer tipo de transporte coletivo;
Funcionamento de áreas de lazer de condomínio e meios de hospedagem, boates, casas de shows, cerimoniais, cinemas, clubes recreativos, espaços culturais, hotelzinhos, museus, parques aquáticos, pesque e pague e teatros;
Funcionamento de campos de futebol e quadras poliesportivas;
Realização de feiras livres;
Realização do protesto de dívida ativa no município;
Visitação em unidades de conservação.

COMÉRCIO

As lojas do comércio de rua não foram impactadas e seguem funcionando no horário normal e regular (8h às 18h, de segunda a sexta-feira e, aos sábados, de 8h às 12h). Já as lojas do Shopping Oriundi (exceto as consideradas essenciais) precisarão se adequar ao horário limitado para atendimento presenciai: 8h às 20h, de segunda a sexta-feira e, aos sábados, de 8h às 16h. A mesma limitação de horário deve ser seguida por distribuidoras de bebidas, lanchonetes, lojas de conveniência, pizzarias, restaurantes e sorveterias no que diz respeito ao atendimento presencial, que fica suspenso aos domingos. Já cafeterias, confeitarias, food trucks e o comércio ambulante de alimentos deverão funcionar exclusivamente por meio do serviço de entrega em domicílio (delivery).

ACADEMIAS

Estabelecimentos com área igual ou superior a 75m² deverão atender, no máximo, cinco alunos por horário de agendamento. Com 60m² ou mais: até quatro alunos/horário; 45m² ou mais: até três alunos/horário; 30m² ou mais: até dois alunos/horário e menos de 30m²: um aluno/horário. A prática de esportes de contato e/ou esportes que obrigatoriamente demandem compartilhamento de materiais ou equipamentos estão vedadas.

IGREJAS

A recomendação é de que igrejas, templos e qualquer outro espaço dedicado à religiosidade suspendam reuniões com aglomerações.

TRANSPORTE COLETIVO

Suspendendo a gratuidade para idosos e o uso de passes escolares, as concessionárias Cordial e Expresso Aracruz deverão promover a redução dos horários com garantia da circulação de, no mínimo, 70% da frota. O decreto também diz que deverá haver redução do número de passageiros que viajam em pé, sendo 20 nos ônibus urbanos e 15 nos rodoviários.

PUBLICIDADE