Em meio à pandemia, curados da Covid-19 trazem esperança

De acordo com o Painel Covid-19, do Governo do Estado, até ontem (7), dos 90 pacientes que testaram positivo em Aracruz e Região, 49 já estão clinicamente curados

0
328
A técnica de enfermagem Andressa Clemente, 29, é uma das pessoas curadas. Foto: Arquivo Pessoal

Em meio ao aumento de casos confirmados da Covid-19, aqueles que conseguiram superar a doença causada pelo coronavírus Sars-CoV-2 trazem esperança. De acordo com o Painel Covid-19, do Governo do Estado, até ontem (7), dos 90 pacientes que testaram positivo em Aracruz e Região, 49 já estão clinicamente curados.

A técnica de enfermagem Andressa Clemente, 29, é uma das pessoas curadas. Ela, que atua no Hospital São Camilo, em Aracruz, foi o primeiro caso confirmado em Ibiraçu. “Quando recebi o resultado entrei em desespero. Foi um susto muito grande. Não precisei de internação e superei a doença com o isolamento em casa. Preciso enfatizar que meus amigos, colegas de trabalho e familiares foram fundamentais para a minha recuperação. Mesmo distantes, eles me deram a maior força. Só tenho a agradecer a Deus pelo livramento e cura”, disse a profissional de saúde, acrescentando que já retornou ao trabalho e foi muito bem recebida.

Na luta para conter o Sars-CoV-2, não adianta esperar que os governos e os cientistas resolvam o problema. Cada um tem de fazer sua parte e se prevenir. Para quem discorda, Andresa enfatiza que “não é brincadeira. Nossa vida vale mais. É preciso levar a sério o isolamento social e qualquer outra medida de prevenção ao contágio. O novo coronavírus é muito perigoso e está ceifando muitas vidas”.

De Aracruz, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Erick Musso, é outro curado da Covid-19. Ele também não precisou de internação e superou a doença em isolamento em casa. “Durante esse período, segui à risca as recomendações médicas de repouso, hidratação e alimentação balanceada. Tive alguns sintomas, mas me recuperei bem”, contou o parlamentar, acrescentando ser grato a todos que estiveram na torcida por sua recuperação e oraram por ele, além de reforçar a importância da população seguir tomando os devidos cuidados durante a pandemia do novo coronavírus.

Em Fundão, uma das pessoas curadas é a professora Marilda Borges. Em vídeo divulgado nas redes sociais pela prefeitura do município, ela contou que quando seu marido começou a ter os primeiros sintomas, eles não acreditavam que fosse a Covid-19 frente a um quadro de rinite alérgica que apresentavam. “Uma semana depois, eu comecei a ter os mesmos sintomas que ele, entre eles muita tosse. Em dado momento, eu tive um quadro de falta de ar muito forte e acabei ficando internada durante seis dias no Hospital Metropolitano [na Serra]. A boa notícia é que estamos curados, graças a Deus”, falou a educadora, acrescentando que “é importante destacar a necessidade de mantermos o distanciamento social, bem como de estarmos atentos as práticas de higiene”.

Pacientes curados por município da região, até o dia 07, de acordo com o Painel Covid-19
ARACRUZ: 20 – um menino/rapaz com idade entre 10 e 19 anos e 10 mulheres e nove homens com idade entre 20 e 69 anos
FUNDÃO: 19 – 10 homens e nove mulheres com idade entre 20 e 59 anos
IBIRAÇU: 02 – uma mulher e um homem com idade entre 20 e 59 anos
JOÃO NEIVA: 08 – um menino/rapaz com idade entre 10 e 19 anos e quatro mulheres e três homens com idade entre 20 e 49 anos

PUBLICIDADE