Covid-19 contamina quatro funcionários de embarcação em Aracruz

Nenhum deles mora do Espírito Santo. A situação, no entanto, está levando preocupação aos demais trabalhadores

0
2526
A plataforma semissubmersível de perfuração SSV Victoria. Foto: Divulgação

Quatro tripulantes da plataforma de perfuração semissubmersível SSV Victoria, atracada para reparos no Estaleiro Jurong, em Aracruz, testaram positivo para o coronavírus, e outros 30 apresentaram sintomas, levando preocupação aos demais trabalhadores da SSV e do navio-sonda DS Carolina, pelo qual passam os colaboradores para chegar ao cais.

Os resultados positivos para a doença foram confirmados entre os dias 16 e 20. Agora, os funcionários cumprem quarentena em suas casas. De acordo com o Estaleiro Jurong, os tripulantes trabalham na embarcação SSV Victoria, que pertence à empresa Lantz Services Inc. No entanto, nenhum deles mora do Espírito Santo. Eles são de Macaé e Campos dos Goytacazes, no Rio de Janeiro; de Aracajú, em Sergipe; e de Juiz de Fora, em Minas Gerais.

Foi assegurado que todos estão em bom estado de saúde, após receberem tratamento médico, inicialmente, no Hospital São Camilo. Atualmente eles estão em isolamento domiciliar em suas respectivas cidades, segundo a nota do Jurong. Tanto o estaleiro quanto a empresa responsável pela embarcação onde estavam os tripulantes infectados informaram que estão seguindo o protocolo de cuidados para evitar a transmissão do vírus no local, incluindo o uso de máscaras, o distanciamento social, a checagem de temperatura corporal e a limpeza das instalações.

Como medida preventiva, todos os tripulantes que tiveram contato com as pessoas infectadas foram desembarcados. Atualmente, eles se encontram em isolamento domiciliar ou no hotel por 14 dias, garantiu a empresa em nota.

Os demais trabalhadores que estão no estaleiro têm medo da contaminação. É o que diz um funcionário do navio Carolina, que fica ao lado da embarcação onde estavam os infectados. O trabalhador, que prefere não se identificar, conta que para deixar o estaleiro, os funcionários da plataforma SSV Victoria têm que passar por dentro do Carolina.

Segundo o trabalhador, há cerca de 10 dias, 30 dos 160 trabalhadores da plataforma SSV Victoria desembarcaram com sintomas do coronavírus e alguns tiveram que ser carregados. Outro motivo de preocupação da equipe diz respeito aos funcionários que não estão embarcados e, portanto, entram e saem do estaleiro todos os dias.

PUBLICIDADE