Covid-19: primeiro caso confirmado em Aracruz é de transmissão comunitária

A informação foi dada pelo prefeito Jones Cavaglieri. Trata-se de uma mulher de 46 anos, moradora da sede do município. De acordo com a secretaria municipal de Saúde, o 1° caso confirmado – proveniente de transmissão comunitária – não tem relação com o caso anunciado pela empresa Suzano

0
1019
Foto: Arquivo Folha do Litoral

O prefeito de Aracruz, Jones Cavaglieri, anunciou na tarde desta quarta-feira (1º), a confirmação do primeiro caso positivo da Covid-19 no município. Trata-se de uma mulher de 46 anos, moradora da sede do município. Ela está em isolamento domiciliar e passa bem, de acordo com a secretaria municipal de Saúde, que monitora a situação. A transmissão foi comunitária, quando não é possível identificar a origem da infecção.

Ainda de acordo com a secretaria, este primeiro caso confirmado não tem relação com o colaborador da unidade de Aracruz da Suzano que teve diagnóstico positivo confirmado para a doença no último domingo 29, conforme comunicou a empresa. O funcionário infectado reside em Vitória.

Diante do primeiro caso confirmado do novo coronavírus em Aracruz, Cavaglieri pediu que a população redobre os cuidados. “Estamos adotando medidas severas de isolamento e pedindo a ajuda e o apoio de todos. Não saiam para as ruas. Fiquem em casa. Ajude-nos a conter esta pandemia no nosso município”, disse o prefeito durante reunião do Comitê Sanitário de Prevenção e Enfrentamento à Covid-19.

Em comunicado publicado pela Prefeitura de Aracruz nas redes sociais, o prefeito reforçou: “pratique o isolamento social. Este é o único remédio para conter o avanço da pandemia”. Nas ruas, o pedido vem sendo reforçado por meio de avisos sonoros emitidos em uma viatura da Defesa Civil Municipal.

O registro do primeiro caso em Aracruz ocorre um dia depois da prefeitura ter publicado decreto (n° 37.829) que estabelece estado de calamidade pública no município – desde o último dia 16, a cidade estava em situação de emergência para o enfrentamento da pandemia decorrente do novo coronavírus, também chamado de Sars-Cov-2.

PUBLICIDADE