Coronavírus: sobe para 26 o número de casos suspeitos em Aracruz e Região

De acordo com a secretaria de Estado da Saúde, são 11 casos suspeitos de Covid-19 em Fundão, cinco em Aracruz, dois em João Neiva e um em Ibiraçu. Os quatro municípios não tem nenhum caso confirmado do novo coronavírus

0
Foto: Arquivo Folha do Litoral

Aracruz, de acordo com o 32° Boletim de Covid-19, divulgado na noite desta segunda-feira (30) pela secretaria de Estado da Saúde (Sesa), contabiliza seis casos suspeitos do novo coronavírus e outros sete descartados. Ainda de acordo com a última atualização da Sesa, o município segue sem nenhum caso confirmado da doença.

O mesmo boletim informa que Ibiraçu continua tendo um caso suspeito de Covid-19, e João Neiva, três casos suspeitos. Já o município de Fundão passou a ter 16 casos suspeitos do novo coronavírus. Não há nenhum caso confirmado ou descartado nestes três municípios.

A reportagem da FOLHA DO LITORAL acompanha a situação no Polinorte Capixaba e estas informações podem ser atualizadas a qualquer instante.

Espírito Santo
O Estado, que passou a ter transmissão comunitária (quando não é mais possível saber a origem da infecção por ter se alastrado aleatoriamente), contabiliza 1.741 casos notificados com suspeita de Covid-19. Do total, 611 foram descartados e 84 confirmados (um em Cachoeiro de Itapemirim; um em Castelo; um em Guarapari; um em Itapemirim; um em Santa Teresa; um em São Mateus; um em São Roque do Canaã; três em Cariacica; quatro em Linhares; 13 no município da Serra, 26 em Vitória e 31 em Vila Velha). Um outro caso confirmado, que totalizaria 85, pertence a um paciente morador do Rio de Janeiro que possui empresa no Espírito Santo e procurou serviço de saúde local. Dos 84 casos confirmados, 13 pacientes já estão curados, 59 estão em isolamento residencial e 12 estão internados, sendo sete em Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Os dados são da secretaria de Estado da Saúde e foram divulgados na noite desta segunda-feira (30).

Prevenção
Até o momento não há um tratamento específico para a doença, que é transmitida por gotículas de saliva e catarro que se espalham pelo ambiente. Por isso, é fundamental manter alguns cuidados com a higiene pessoal que também valem para afastar o risco de gripe e outras tantas doenças respiratórias. Atente-se:

Lave as mãos frequentemente por pelo menos 20 segundos com água e sabão;

Utilize antisséptico de mãos à base de álcool para higienização;

Cubra com a parte interna do cotovelo a boca e o nariz ao tossir ou espirrar;

Utilize lenço descartável para higiene nasal;

Evite tocar mucosas de olhos, nariz e boca;

Não compartilhe objetos de uso pessoal;

Limpe regularmente o ambiente e mantenha-o ventilado.

PUBLICIDADE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui