Contek terminará obras do asfalto de Santa Rosa

A informação é do secretário estadual de Saneamento, Urbanização e Desenvolvimento Urbano, Marcus Vicente, que conseguiu a retomada das obras junto ao governador Renato Casagrande e ao diretor-geral do Departamento de Edificações e de Rodovias do Estado (DER-ES), Luiz César Maretto Coura

0
73
Rodovia está com 11,7 km asfaltados e sinalizados. Faltam menos de 5 km para a conclusão

Com o desinteresse da empresa A. Madeira, segunda colocada no processo licitatório, após o abandono das obras pela Construtora Premocil, que pleiteava reajuste no valor do contrato de R$ 24,2 milhões, a Contek Engenharia, sediada no município de Serra e responsável por importantes obras rodoviárias no Brasil, assumiu a finalização do contrato da conclusão dos 4,7 km do asfalto da rodovia ES-124, no trecho de Aracruz a Santa Rosa.

A informação é do secretário estadual de Saneamento, Urbanização e Desenvolvimento Urbano, Marcus Vicente, que conseguiu a retomada das obras junto ao governador Renato Casagrande e ao diretor-geral do Departamento de Edificações e de Rodovias do Estado (DER-ES), Luiz César Maretto Coura.

A nova empresa encontrará 11 km de asfalto prontos e com faixas pintadas entre o Loteamento Valle Verde até depois de Grapuama, e dali até Santa Rosa com quase 100% do trecho preparado para receber o asfalto, mas que nos últimos dias foi bastante prejudicado pelas chuvas.

O DER-ES terá que resolver um problema com a EDP, para a retirada de cinco postes de energia rural que estão no piso da rodovia. Ainda não há previsão de data para a Contek iniciar a montagem do canteiro de obras, mas segundo o secretário Marcus Vicente, deve ocorrer até o início do ano.

Após 32 anos de idas e vindas, com diversas ordens de serviços autorizadas, obras iniciadas e paralisadas e até desistências de empreiteiras (primeiro foi a Construtora Roma, em outubro de 2014), o asfaltamento foi reiniciado em 2019 pela Construtora Premocil, de Cachoeiro de Itapemirim, com previsão de que o asfalto ficasse pronto no primeiro semestre de 2021, o que não se concretizou.

A empresa tinha 600 dias para concluir todo o asfaltamento, prazo que terminaria no final de dezembro de 2020, mas que foi prorrogado por mais seis meses. A rodovia de 15,7 quilômetros de extensão, quando pronta, terá uma pista de rolagem de 3,5 metros, acostamento de 1,5 metro e 12 pontos de ônibus.

A rodovia é muito utilizada pelos proprietários rurais que escoam suas produções em direção aos centros de comercialização, com destaque para a produção leiteira em Santa Rosa, além de ser um dos caminhos que incrementa a área de turismo, pois facilita o acesso às praias de Fundão e Serra.

A NOVELA DO ASFALTO DE SANTA ROSA

Abril de 2009
O então governador Paulo Hartung e o prefeito de Aracruz na época, Ademar Devens, ambos do PMDB, assinaram os convênios para início das obras de asfaltamento da rodovia e a duplicação da avenida Castelo Branco, entre a Praça da Paz e a entrada do Centro Industrial do bairro Bela Vista, em extensão de 2,1 quilômetros (não saiu do papel).

Novembro de 2012
Após anos de promessas do governador Paulo Hartung e de seu sucessor, Renato Casagrande, finalmente o Departamento de Estradas de Rodagem (DER-ES) licitou a obra. A vencedora foi a Construtora Roma, por R$ 19.149.118,09 e prazo de 545 dias para a conclusão. O valor total do Edital de Licitação por concorrência pública era de R$ 25.086.769,01. Participaram 17 empresas, representando um deságio de quase R$ 6 milhões.

Março de 2013
Após anos de promessa, finalmente o sonho dos moradores de Santa Rosa começou a ser realizado. A Ordem de Serviço para o início das obras do asfalto foi assinada na manhã do dia 16, pelo governador Renato Casagrande, na área de eventos da Associação dos Produtores Rurais e Pecuaristas de Santa Rosa e Comunidades Vizinhas (Aprusav).

Maio de 2013
Autorizada em março, a obra de pavimentação da rodovia ainda não teve início. Quando assinou a Ordem de Serviço, o governador Renato Casagrande anunciou que os trabalhos começariam dentro de 30 dias. No dia 16 a promessa completou dois meses.

Agosto de 2013
A Construtora Roma iniciou as obras de asfaltamento a partir do Loteamento Valle Verde, com extensão de 15 km + 780 metros.

Outubro de 2014
A Construtora Roma abandonou as obras de asfaltamento do trecho de 16 quilômetros entre Aracruz e a localidade de Santa Rosa, transformando em pesadelo o sonho dos moradores e produtores rurais da região.

Março de 2015
O DER-ES buscou negociar com a Construtora Roma a retomada das obras. Se não houvesse acordo, haveria nova licitação, com previsão para o segundo semestre daquele ano.

Dezembro de 2017
Em um evento no SESC de Aracruz, o então governador Paulo Hartung confirmou a retomada das obras do asfalto de Santa Rosa e da ponte sobre o rio Piraquê-açu e garantiu que o edital de licitação seria publicado no próximo mês, com perspectiva de iniciar os serviços até abril de 2018.

Abril de 2019
A assinatura da Ordem de Serviço para a Construtora Premocil foi anunciada com pompa pelo governador Renato Casagrande, que recebeu no Palácio Anchieta o deputado Erick Musso, presidente da Assembleia; e o diretor-geral do DER-ES, Luiz César Maretto.

Agosto de 2019
Com o canteiro de obras já montado com máquinas e veículos, a Construtora Premocil, de Cachoeiro de Itapemirim, iniciou a retomada das obras do asfalto de Santa Rosa.

Agosto de 2020
O sonhado asfalto começa a ser colocado na pista.

Outubro de 2020
Principal ligação entre a sede de Aracruz e a comunidade de Santa Rosa, a extensão da rodovia ES-124 havia recebido cerca de 8 km de asfalto, o que representa metade do trecho. Os dois sentidos da pista de rolagem entre o Valle Verde Residencial e um pouco depois da localidade de Grapuama haviam sido pavimentados.

Novembro de 2021
Com 11,7 km dos 15,7 km já asfaltados, a Construtora Premocil abandona as obras por não ser atendida pelo DER-ES para reajustar o valor do contrato de R$ 24,2 milhões.

Dezembro de 2021
DER-ES anuncia a conclusão da obra pela empresa Contek Engenharia, da Serra.

PUBLICIDADE