Congresso Nacional derruba veto de Bolsonaro e garante Aracruz na Sudene

O deputado Evair de Melo conseguiu o apoio dos líderes do Senado e da Câmara para a análise e derrubada do veto, que ocorreu na sessão de hoje 27

0
237
A proposta foi apresentada pelo deputado Evair de Melo

Por 435 votos a favor e somente seis contrários, o Congresso Nacional derrubou o veto 032/2021, de autoria do presidente Jair Bolsonaro, e garantiu a inclusão dos municípios de Aracruz, Itarana e Itaguaçu na área de abrangência da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene). A proposta foi apresentada pelo deputado Evair de Melo.

O parlamentar conseguiu o apoio dos líderes do Senado e da Câmara para a análise e derrubada do veto, que ocorreu na sessão de hoje 27. Segundo Evair, o município de Governador Lindenberg já está contemplado na Sudene por intermédio da Lei Complementar 125/2007

No dia 23 de junho deste ano, Bolsonaro vetou integralmente o projeto aprovado no Congresso Nacional que inclui 84 municípios de Minas Gerais e do Espírito Santo na Sudene. Na época, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), lamentou a decisão e afirmou que iria trabalhar para viabilizar o projeto. Os deputados e senadores poderão manter o veto, ratificando a decisão de Bolsonaro, ou derrubá-lo, como ocorreu, transformando o texto em uma lei que será homologada pelo Senado.

PUBLICIDADE