Comunidades de Linhares terão renda extra com cultivo integrado de peixes e hortaliças

Parceria entre IFES e Fundação Renova ofereceu capacitação para mais de 160 pessoas em Areal, Povoação, Regência e Entre Rios

0
11
Foto: Divulgação/Fundação Renova

O projeto de aquaponia “Cultivando para Pescar” iniciou os testes de operações na comunidade de Areal, em Linhares. A iniciativa possibilita o cultivo integrado de hortaliças e a criação de peixes. Além de Areal, as comunidades de Povoação, Regência e Entre Rios também estão em atendimento pelo projeto.

Desenvolvido pelo Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes) – campus de Piúma/FACTO e tendo a Fundação Renova como responsável pelo repasse dos recursos, o projeto possibilitará uma fonte alternativa de renda para a população impactada pelo rompimento da barragem de Fundão (MG).

O sistema de aquaponia permite a integração da criação de organismos aquáticos (aquicultura) com o cultivo de hortaliças (hidroponia), por meio do aproveitamento da água e do efluente (resíduo) da aquicultura, utilizados como substrato para as plantas. Os peixes criados em tanques e alimentados com ração liberam dejetos ricos em nutrientes, que podem ser bombeados para outra parte do sistema, onde estão as hortaliças. Assim, as raízes das plantas, cultivadas em sistemas flutuantes, retiram os nutrientes e purificam a água, que retorna ao local onde são produzidos os peixes.

Nove tanques de aquaponia serão instalados em cada comunidade, totalizando 36. Até o momento, o sistema de Areal está em fase de testes, tendo sido concluído o da parte hidráulica. Com a conclusão dos testes hidráulicos do sistema, um teste de povoamento de peixes foi realizado em 18 de abril e vem sendo acompanhado pela equipe.

A próxima comunidade a ser concluída a montagem do sistema de aquaponia é a de Povoação, em paralelo com o início da montagem nas demais, Regência e Entre Rios. A oferta de cursos de capacitação aos participantes faz parte do projeto. Até o momento, 162 pessoas já participaram das capacitações nas quatro comunidades. Foram realizados os cursos de Piscicultura Superintensiva (quatro comunidades), Hidroponia (Entre Rios, Areal e Povoação) e Beneficiamento de Pescados (Areal).

PUBLICIDADE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui