Com déficit de guarda-vidas, Aracruz busca apoio para garantir a segurança dos banhistas no verão

Município abriu 60 vagas temporárias, mas nem metade delas serão ocupadas

0
30
Foto: Divulgação/Arquivo PMA

Depois de abrir 60 vagas para guarda-vidas temporários e verificar que nem metade delas seriam ocupadas, a Prefeitura de Aracruz solicitou apoio ao Governo do Estado para garantir a segurança dos banhistas durante a temporada de verão.

Segundo o Corpo de Bombeiros, dos 75 inscritos convocados para o Teste de Aptidão Física (TAF), 19 compareceram. Do total, 16 foram aprovados, mas somente 15 seguem participando do curso de formação que a corporação deve concluir na próxima sexta-feira 29. Caso algum deles não atinja o índice mínimo exigido, o déficit de guarda-vidas em Aracruz será ainda maior.

A prefeitura acredita que uma das razões para o baixo número de interessados em atuar temporariamente como guarda-vidas é o alto índice em contratações e empregos gerados este ano no município. A previsão é de que o serviço seja ofertado nas praias de Aracruz entre o próximo dia 18 de dezembro e 6 de março de 2022.

PUBLICIDADE