Campanha de vacinação contra a gripe é prorrogada até 30 de junho

O objetivo é alcançar a cobertura vacinal mínima de 90% em todos os grupos prioritários

0
33
A vacina contra o vírus influenza, causador da gripe. Foto: Divulgação

Prevista para terminar na próxima sexta-feira (05), a Campanha Nacional da Vacinação contra a gripe foi prorrogada até o dia 30 de junho pelo Ministério da Saúde. O objetivo é alcançar a cobertura vacinal mínima de 90% em todos os grupos prioritários. É mais uma oportunidade para que o público-alvo, que ainda não foi imunizado, possa receber a vacina contra o vírus influenza nos serviços de saúde.

O Espírito Santo, segundo dados parciais do Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SI-PNI), divulgados ontem (29), aparece em primeiro lugar na meta total entre os estados, com 88,26% de vacinação do público-alvo.

“Apesar de o Estado estar próximo de alcançar a meta total de vacinação, é importante garantirmos a cobertura vacinal adequada em todos os grupos prioritários, o que contribuirá para a redução das complicações, das internações e, consequentemente, da mortalidade decorrente das infecções pelo vírus da gripe, em especial frente à situação que o país enfrenta com a pandemia da Covid-19”, informou Danielle Grillo, coordenadora do Programa Estadual de Imunizações e Vigilância das Doenças Imunopreveníveis.

Público-alvo para a imunização
Pessoas com 55 anos ou mais de idade;
Crianças de seis meses a 5 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias);
Gestantes;
Puérperas (até 45 dias após o parto);
Trabalhadores da saúde;
Professores das escolas públicas e privadas;
Povos indígenas;
Grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais;
Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade, sob medidas socioeducativas;
População privada de liberdade;
Funcionários do sistema prisional e forças de segurança e salvamento.

Dados no Espírito Santo
Dos grupos em que há meta de vacinação de 90% da cobertura vacinal, até a manhã de ontem (29), no Espírito Santo, o público idoso e dos trabalhadores da saúde superou a meta preconizada pelo Ministério da Saúde, com 133,5% (494.988 vacinados) e 101,97% (101.511), respectivamente. Nos demais grupos, a meta ainda precisa ser alcançada, como as crianças com 52,84% (147.671 vacinadas), gestantes 45,29% (18.148 vacinadas), puérperas 58,24% (3.835 vacinadas), indígenas 81,87% (3.792 vacinados) e adultos de 55 a 59 anos com 48,09% (78.491 vacinados).

PUBLICIDADE