Cale a Boca, Jornalista!

A história do ódio e ataques à imprensa

0
3

As críticas e insultos à imprensa infelizmente não são nenhuma novidade quando o assunto é política. Em 2008, a Editora Novo Século lançou a 5ª edição do livro “Cale a Boca, Jornalista!”, do autor Fernando Jorge; entretanto, mesmo que ele a tenha escrito na década de 1980, esta obra não deixa de ser atual.

O livro caminha entre momentos da história brasileira em que a imprensa foi tratada de forma nada cordial e, também, muito violenta. São apresentadas e analisadas situações desde a época imperial, passando pela censura imposta pelo golpe militar de 1964 e as perseguições aos profissionais desta área, assim como as mortes e torturas que aconteceram neste período. Compondo ainda o livro, Fernando Jorge traz casos de políticos específicos que tiveram comportamentos negativos em relação aos jornalistas, denunciando as verdadeiras personalidades.

No início do mês de maio, Fernando Jorge comentou que “estamos sob o reinado da estupidez”, sobre as atuais atitudes do governo contra a imprensa. Ganhador do Prêmio Jabuti de 1962, Jorge é um jornalista muito admirado pelos profissionais da comunicação, e é também historiador, crítico literário e biógrafo e possui diversas obras históricas e biográficas.

“Cale a Boca, Jornalista” é uma leitura imprescindível para profissionais da área e àqueles que acompanham as cada vez mais habituais críticas à imprensa. Seguindo à risca o que escreve o jornalista, aqui, na FOLHA DO LITORAL, “cala a boca já morreu”.

PUBLICIDADE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui