Bioestimuladores de colágeno

Sua pele mais cuidada!

0
26
Dra. Lorena Vidigal de Faria e Dra. Juliana Amancio

O colágeno é uma proteína produzida no nosso organismo, responsável pela sustentação e firmeza da pele. Com o passar do tempo, a produção dele vai diminuindo, e os primeiros sinais do envelhecimento, como a flacidez e as rugas, vão aparecendo. A partir dos 30 anos, em média, passamos a perder 1% de colágeno ao ano, é quando o paciente já pode pensar na prevenção com os bioestimuladores.

Os bioestimuladores atuam estimulando a produção de colágeno no nosso corpo. Eles podem ser substâncias injetáveis e totalmente compatíveis com o nosso organismo, fios ou tecnologias que atuem estimulando a produção de colágeno. Os bioestimuladores mais conhecidos são:

ULTRASSOM MICRO E MACROFOCADO:
Tecnologia não invasiva com ondas ultrassônicas que promovem uma neocolagênese (colágeno novo). Para uso facial e corporal.

ÁCIDO POLILÁTICO:
Substância injetável que atua na reestruturação da pele, combatendo a flacidez e a perda de elasticidade. Pode ser usado na face ou no corpo.

HIDROXIAPATITA DE CÁLCIO:
Substância injetável que promove bioestimulação. É indicada para a face e para o corpo, melhorando a qualidade da pele e combatendo a flacidez.

POLICAPROLACTONA:
Promove um preenchimento instantâneo e estimula a produção de colágeno na região aplicada.

FIOS DE PDO:
São uma terapia cutânea com suturas absorvíveis que proporcionam bioestímulo de colágeno, podendo ser usados em toda a face e também em região corporal. Nas regiões como as pálpebras inferiores, onde alguns bioestimuladores são contraindicados, os fios são excelente escolha na bioestimulação de colágeno.

ÁCIDO HIALURÔNICO:
Apesar de ser mais usado com fins de reposicionamento de estruturas da face e preenchimento eles também atuam fazendo um bioestímulo de colágeno . Atualmente uma marca de Ácido Hialurônico, PROFHILO, chegou ao Brasil e vem sendo divulgado com resultados bem promissores no estímulo de colágeno.

Muitas vezes optamos por associar técnicas para abranger uma área maior e intensificar os resultados, são parcerias de sucesso como Ultrassom e Fio de PDO nas pálpebras inferiores, Ultrassom e bioestimuladores injetáveis para face, pescoço e colo e flacidez corporal. A escolha da melhor opção ou mesmo da melhor associação depende da avaliação do paciente e nesse caso devemos considerar grau de flacidez, área a ser tratada, comorbidades, entre outras coisas.

Feito o planejamento o paciente deve ser informado como proceder antes, durante e depois do procedimento, cuidando para chegarmos ao objetivo com melhor resposta e segurança e lembrando sempre que o efeito não é imediato, pois a resposta iniciará, em média, a partir dos 20 dias podendo manter o efeito de bioestímulo por até 18 meses dependendo do produto, associação ou número de sessões.

PUBLICIDADE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui